Home Notícias Geral Morre último itajaiense que combateu na 2ª Guerra Mundial

Morre último itajaiense que combateu na 2ª Guerra Mundial

Ele era o último itajaiense vivo que combateu na Força Expedicionária Brasileira.

Roberto Muller Inthurn faleceu no sábado (2), aos 97 anos anos.  Ele integrou a Força Expedicionária Brasileira e atuou na  Segunda Guerra, onde perdeu o olfato devido a uma substância para verificar explosivos. Após voltar da Itália, trabalhou como motorista de bonde em São Paulo e retornou para Itajaí, onde se aposentou na estiva. Nos últimos anos, morava com seu filho, nora e netos em Balneário Camboriú.

Apesar de origem católica, Roberto tornou-se cético durante a guerra pois jamais admitia que um padre ou pastor pudesse abençoar as tropas com o intuito de matar pessoas. Isso causou uma crise existencial muito grande, e passou a desacreditar em Deus. Porém, anos depois, um antigo companheiro da FEB do Rio Grande do Sul o convidou para uma reunião em um salão do Reino das Testemunhas de Jeová. Relutante, no início foi. Aos poucos, o discurso pacifista pregado por esse grupo foi convencendo o sr. Roberto e casando com suas ideias. Convertido, tornou-se Testemunha de Jeová e dedicou-se à pregação da Bíblia.

O velório foi realizado neste domingo (3) no Salão do Reino das Testemunhas de Jeová, no bairro Tabuleiro, em Camboriú. O corpo foi cremado em Itajaí. 

Elaine Mafra
Jornalista formada pela Univali em 2006. elaine@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com