Home Notícias Geral Morre dona Irene Ramos fundadora da Apae

Morre dona Irene Ramos fundadora da Apae

Irene fundou a Apae em 1969

Morreu hoje aos 93 anos, Irene Lopes Ramos –fundadora da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Itajaí. Ela foi casada com Osny Ramos, de uma das mais tradicionais famílias de Itajaí, proprietários do antigo Moinho Peônia e fundadores do banco Inco – que acabou incorporado ao banco Bradesco.
Dona Irene morreu de causas naturais.
Despedida
O velório acontece no cemitério Municipal da Itajaí, onde ocorreu o sepultamento às 11h desta sexta-feira.
Dona Irene é natural do Rio de Janeiro e seu pai foi o proprietário das tradicionais Casas da Banha, fundada nos anos 40, no Rio de Janeiro. O pai dela ainda foi um dos fundadores do clube de regatas Vasco da Gama.
Ela casou-se com senhor Osny em 1945 e veio morar em Itajaí. O casal tinha moradia em frente ao porto de Itajaí. Osny era o filho mais velho de Antônio Ramos e Maria Macedo Ramos. 
Em 1969, ela iniciou em sua residência o ensino para pessoas especiais, surgindo então a Apae. Ficou a frente da instituição por anos e anos, tendo se dedicado a ensinar os portadores de necessidades especiais.

Segundo o historiador Edison D´Ávilla, a Apae de Itajaí se originou da Escola Nossa Senhora da Paz, para educação de excepcionais, criada em 1965 pelo município. A Apae surgiu quatro anos depois e assumiu essa escola. Entre as pessoas que então fundaram a Apae estava dona Irene.

 

Fran Marcon
Formada em Jornalismo pela Univali, com MBA em Gestão Editorial. fran@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com