Home Notícias Geral Moradores alegam que secretário com covid atrasa reparos em rua do bairro Armação

Moradores alegam que secretário com covid atrasa reparos em rua do bairro Armação

Moradores da servidão Bernadete de Jesus Severino, na praia da Armação, em Penha, estão na bronca com a prefeitura sobre a tubulação pra obras de drenagem que estão largadas há seis meses num terreno. Enquanto isso, os vizinhos sofrem com alagamentos mesmo com qualquer chuvinha fraca. Segundo eles, o fato de o secretário de Obras de Penha estar com covid atrasou reparos.
A obra de drenagem vai passar pelo quintal da moradora. Ao menos duas casas sofrem com alagamentos devido à falta de escoamento da água. “Eu não tenho mais imóveis em casa, perdi tudo quando entrou água”, lamenta a moradora Roberta Nardes, 38 anos.
Depois de muita cobrança da prefeitura, o município trouxe 200 tubos pra rua, mas o material foi deixado no terreno e até agora a obra ainda não saiu. “Deixaram os tubos jogados dentro do meu quintal e não consigo nem limpar. Também tem tubos no terreno da minha vizinha que a impedem de reconstruir a minha calçada”, conta.
Os moradores alegam que o secretário de Obras, Alessandro Rubens da Silva, está com covid e isso também causou atrasos na obra. “Estamos há seis meses pedindo atenção da prefeitura e nada conseguimos. Mandamos mensagem no celular do prefeito e ele ignora. Depois tentamos com o secretário de Obras, que também nada fez e n última desculpa é que ele tá com covid”, conta Roberta.
A prefeitura confirma que Sandro, como é conhecido o secretário, testou positivo pra coronavírus. Toda a equipe da secretaria de Obras sabe do contágio, mas a prefeitura manteve em sigilo a pedido do secretário. Ele voltou ao trabalho nesta terça-feira, mas independentemente da quarentena dele, a prefeitura diz que a secretaria tem subsecretário e diretores.
Sobre a rua, a prefeitura diz que já recebeu reclamações pelas redes sociais do município. A servidão foi incluída no cronograma da secretaria de Obras, mas as chuvas e o vendaval da semana passada atrasaram o serviço. “Muitas árvores caíram e bloquearam as estradas, por exemplo, e foi a secretaria quem tirou. Prédios públicos foram destelhados, incluindo escola e posto de saúde, e isso atrasa o cronograma da secretaria”, informou a prefeitura.
A prefeitura explica que os tubos foram colocados na servidão, justamente para demonstrar a intenção da secretaria de fazer a obra. O problema é que houve o atraso no cronograma, com a chuva e o vendaval.

Fran Marcon
Formada em Jornalismo pela Univali, com MBA em Gestão Editorial. fran@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com