Home Notícias Geral Moradora do São Judas é a primeira vítima fatal de Itajaí

Moradora do São Judas é a primeira vítima fatal de Itajaí

Confirmação para a doença veio no mesmo dia que senhora faleceu no Marieta

 

Itajaí chegou a 26 pessoas contaminadas

M.A.S., 53 anos, é a primeira pessoa que morreu com o diagnóstico positivo para coronavírus em Itajaí. A senhora morreu no sábado, internada na UTI do hospital Marieta Konder Bornhausen. Neste final de semana, o município chegou a 26 pessoas contaminadas pela doença. Duas dela profissionais da saúde.

M.A. morava na rua José Pereira Liberato, no bairro São Judas. Ela era viúva e tinha um casal de filhos. A senhora faz parte da igreja Assembleia de Deus e frequentou os cultos até o terceiro domingo de março.

Segundo a vigilância epidemiológica, no dia 25 de março ela começou a apresentar sintomas e procurou atendimento médico pela primeira vez.

No dia 29, o quadro se agravou e ela foi internada no hospital Marieta Konder Bornhausen. A confirmação do diagnóstico positivo pra coronavírus chegou no último sábado, mesmo dia que M.A. faleceu às 11h da manhã, na UTI do Marieta.

A vítima sofria com hipertensão, diabetes, asma e obesidade, segundo o boletim médico. 

A vigilância investiga a origem da contaminação da senhora, já que M.A. não viajou e nem teve contato com pessoas vindas de regiões com transmissão comunitária da doença.

Profissionais da saúde doentes

Entre os 26 casos positivos de doença em Itajaí, 12 pessoas já estão recuperadas e receberam alta. Outros três pacientes seguem internados em Unidades de Tratamento Intensivo na região.

Um dos casos confirmados de domingo é o de uma profissional da saúde de 30 anos, que teve contato com caso positivo de Covid-19. Ela está em isolamento domiciliar.  Outro caso é de uma mulher de 86 anos que está internada no hospital da Unimed, em isolamento.

No sábado, um senhor de 72 anos apresentou sintomas da doença e foi internado na UTI do hospital da Unimed. No mesmo dia, o teste de uma mulher de 58 anos, profissional de saúde que teve contato com caso positivo de covid-19, também deu positivo. Ela está em isolamento em casa.

Contaminação comunitária

A vigilância Epidemiológica investiga a forma de contaminação de quatro pessoas que tiveram os testes positivados no final de semana.

A secretaria de Saúde de Itajaí não confirma a contaminação comunitária. Segundo a  Saúde, a confirmação de transmissão comunitária deve ser feita pelo governo do Estado, que não se manifestou oficialmente sobre os dados do município.

No domingo à tarde, o laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) descartou 15 casos suspeitos. Há 28 moradores de Itajaí aguardando o resultado dos exames.

SC tem 379 contaminados; Brasil 11.130 infectados e 486 mortes

Santa Catarina chegou aos 379 casos confirmados de Covid-19 ontem. O número representa um aumento 6,4% em relação ao último boletim. Desde o começo da pandemia, foram confirmadas 10 mortes por conta da doença no estado.

Os casos confirmados são de pessoas que moram em 53 municípios diferentes. A faixa etária com maior número de contaminados em SC é a de 30 a 39 anos, com 84 casos. Depois vem pessoas com idade entre 50 e 59 anos, com 74 contaminados e em terceiro aparecem 69 infectados com idade entre 60 e 69 anos.

Já o Brasil soma 11.130 casos confirmados do novo coronavírus. O total de mortes chegou a 486 ontem. Os dados são do ministério de Saúde.

Até sábado o total de contaminados era 10.278 e havia 433 mortos. Domingo houve um aumento de 8,2%, somando 852 casos e 54 mortes. Acre e Tocantins continuam sem registrar mortes.

A maioria das vítimas fatais, 388 das 486 mortes, são pessoas com mais de 60 anos. Outras 54 mortes foram de pessoas com idade entre 40 a 59 anos; 20 mortes de pessoas entre 20 a 39 anos e duas mortes de crianças e jovens entre 6 a 19 anos.

Já em âmbito mundial, a taxa de contaminação e mortes diminuiu na Itália, Espanha e Alemanha, mantendo o ritmo de desaceleração. A Itália baixou o número de mortes pra 525 vítimas nas últimas 24h, o número mais baixo em duas semanas.

53 municípios do estado tem casos positivos

Fran Marcon
Formada em Jornalismo pela Univali, com MBA em Gestão Editorial. fran@diarinho.com.br
Compartilhe:

Um comentário em “Moradora do São Judas é a primeira vítima fatal de Itajaí

  • 06/04/2020 em 10:40
    Permalink

    É bastante contraditório esse governo. De um lado elabora matérias, explicando “porque se deve ficar em casa”. Por outro lado, está liberando gradualmente a circulação das pessoas. Como se o pico da epidemia já tivesse passado. Como se os assintomáticos não pudessem transmitir um vírus de alta infectividade. Como se não soubesse que os países que conseguiram algum controle da epidemia não o tivesse feito através de duríssimas restrições à circulação de pessoas. Como se nossa população entendesse e praticasse o distanciamento social e tivesse acesso fácil às máscaras e soubesse como utilizá -las com segurança. Como se não soubesse que, se a epidemia se comportar aqui como se comporta no hemisfério norte, nossas condições sanitárias não nos favorecem. Como se ceder às pressões da economia pudesse ser um substituto à vida das pessoas.
    O comportamento desse governo tem adjetivo: criminoso!
    “Quando uma sociedade lamenta mais a perda de dinheiro do que a perda de vidas, ela não precisa de um vírus. Ela já está doente.”

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com