Home Notícias Geral Monitoramento avista 51 baleias-franca no litoral catarinense

Monitoramento avista 51 baleias-franca no litoral catarinense

O Programa de Monitoramento de cetáceos do porto de Imbituba avistou 52 baleias-francas, uma baleia-de-bryde, dois grupos de golfinhos e seis pinípedes, conhecidos como lobos ou leões marinhos. Das 52 baleias, 51 foram vistas em Santa Catarina e uma no Rio Grande do Sul.

O registro foi na região da Área de Proteção Ambiental (APA) da Baleia Franca, entre as cidades de Florianópolis (SC) e Torres (RS). O monitoramento foi aéreo nesta quinta-feira. Foi o segundo sobrevoo da temporada de avistagens no litoral sul, o primeiro foi em julho.

Das baleias-francas registradas, 25 eram pares de fêmeas acompanhadas de seus filhotes e duas adultas solitárias. Doze foram vistas na enseada de Garopaba e 19 em Imbituba. A outra espécie de baleia encontrada, a bryde, é comum na costa brasileira e chega a mais de 16 metros e 40 toneladas.

A espécie dos golfinhos não foi possível identificar, nem se os seis penípedes avistados eram lobos ou leões marinhos.

Embora o número de baleias avistadas este ano tenha sido alto, ainda foi menor do que o recorde de 2018, no mesmo período: 273 baleias.

Karina Groch, diretora de pesquisa do Instituto Australis, explica que o número deste último sobrevoo está previsto para a temporada por conta do “boom” reprodutivo em 2018.  “Já sabemos que a disponibilidade de alimento na Antártida tem relação com a quantidade de baleias que vêm para o Brasil. Por isso temos observado estas flutuações no número de baleias, e até mesmo um aumento no intervalo reprodutivo da espécie, de três para quatro anos em alguns casos”, avalia. Em 2017, foram avistadas 49 baleias-francas em setembro.

A espécie escolhe o litoral catarinense de julho a novembro para acasalar, procriar e amamentar as crias. Por isso, o litoral de Santa Catarina é a principal área de concentração produtiva das francas na costa brasileira.

Durante a temporada, além dos dois sobrevoos, o monitoramento também faz observação terrestre nas praias de Ribanceira e do Porto, em Imbituba, realizadas pela Acquaplan e Instituto Australis. Há 11 anos o Porto de Imbituba realiza o monitoramento.

Mais um sobrevoo ainda está previsto para novembro e, assim, será possível um número total de baleias-francas que passaram por Santa Catarina neste ano.

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com