Home Notícias Geral Juíza de araque promove bafão

Juíza de araque promove bafão

Vídeo de mulher que brigou com povão viralizou na internet

Nota atribuída à associação dos Magistrados Catarinenses diz que Sirlei não é juíza

O bafão de uma mulher que se dizia juíza, próximo à beira mar de Balneário Camboriú, viralizou nas redes sociais neste final de semana. A mulher, que em vários perfis do Facebook aparece como Sirlei Klein e Sirlei Klein PSCheidt, briga com populares e afirma que vai denunciar motociclistas que estacionaram em uma vaga para carros.
A confusão teria rolado no sábado pela manhã. O local é a esquina da rua 2900 com a avenida Atlântica, ao lado do restaurante Madero. Sirlei chega a dar dois tapas no celular de um homem que filma o escândalo. Ela afirma ser “juíza de porta de cadeia” e que todos os seus parentes são juízes e promotores.
Darlan Aguair de Brida, que num dos perfis de Sirlei no Face aparece como seu companheiro, chega a ameaçar um popular. “Eu te quebro a cara, seu filho da puta!”, diz, de dentro de um Nissan preto, com placa de Joiville. O casal chega a sair de carro, mas para na esquina e a mulher volta para promover mais um bafão. Até que é levada pra dentro do veículo pelo companheiro.
Uma nota atribuída à juíza Jussara Schittler dos Santos Wandscheer, primeira vice-presidente da Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC), afirma que Sirlei não faz parte da magistratura catarinense. “(…) estando toda a Magistratura estadual consternada com o episódio. Os procedimentos necessários já foram adotados e, verificada a falsa identificação, medidas judiciais serão tomadas”, conclui a nota.
O nome Sirlei Klein PSCheidt aparece em processos criminais no site do Tribunal de Justiça, na comarca de Joinville, como ré em crimes de roubo e furto.

 

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com