Home Notícias Geral Jandir Bellini, cunhado e ex-secretário de Urbanismo são réus por improbidade

Jandir Bellini, cunhado e ex-secretário de Urbanismo são réus por improbidade

Trio é investigado pro mexer os pauzinhos pra aprovação de projeto. (Foto: arquivo/Elton Damásio)

O ex-prefeito de Itajaí, Jandir Bellini, o cunhado Ênio Casemiro e o ex-secretário de Urbanismo, Paulo Praun Cunha Neto, viraram réus em uma ação de impropriedade administrativa. A denúncia foi feita pelo Ministério Público, através de uma ação civil pública, e aceita pela juíza Sônia Moroso Terres, na quarta-feira.
O trio é acusado de ter dado uma forcinha na tramitação do projeto das torres Porsche, da construtora Carelli, de Balneário Camboriú, em 2016. Ênio, mesmo sem formação em engenharia ou arquitetura, foi contratado pelo dono da construtora Carelli pra encaminhar a aprovação prévia da construção das torres da multinacional que seria na morraria da Praia Brava.
Essa ajuda teria custado quase R$ 700 mil à empresa. A ação do MP busca a condenação por improbidade administrativa e a aplicação de multa civil e dano moral coletivo não inferior ao valor pago pela empresa na época.
Em agosto de 2015, Ênio chegou a ser citado na operação Dupla Face, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco). A operação desmontou um esquema de corrupção na prefeitura, inclusive com envolvidos da secretaria de Urbanismo, que recebiam propina pra aprovação de projetos.
Na decisão, a juíza entendeu que o contrato é uma das provas que o parentesco de Ênio com o então prefeito Bellini e até sua influência política, visto que ele foi já foi vereador de Itajaí, teriam sido usados para conseguir a aprovação do projeto das torres Porsche.
Os acusados têm 15 dias úteis pra apresentar sua defesa.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com