Home Notícias Geral Itajaí já teve 310 profissionais da saúde afastados por conta da pandemia

Itajaí já teve 310 profissionais da saúde afastados por conta da pandemia

Itajaí teve uma baixa de 310 profissionais da área da saúde por conta da pandemia de coronavírus. A maior parte dos afastamentos ocorreu nos postos de saúde e em pessoas do grupo de risco ou por apresentarem sintomas gripais. A cidade tem dois casos confirmados de contaminação pelo vírus em servidores da saúde, mas um deles é de uma profissional que atua em outra cidade.
Emerson Duarte, secretário de Saúde de Itajaí, informou que 49 profissionais da saúde fizeram testes para o coronavírus. O laboratório Central (Lacen) já devolveu 42 testes com o resultado negativo, um positivo e seis ainda aguardam o retorno. Mesmo com o resultado negativo, os profissionais seguem afastados porque a recomendação do ministério da Saúde é isolamento de 14 dias para profissionais que estejam com sintomas da gripe.
Os profissionais pegaram atestado a partir do dia 23 de março e até o final desta semana devem voltar à ativa. O caso confirmado de profissional infectada é de uma mulher de 30 anos com contato com coronavírus. Outra profissional da saúde teve teste positivo feito em Itajaí, mas ela trabalha na área da saúde de outra cidade.
Os outros afastados da área da saúde são profissionais que fazem parte do grupo de risco. São 146 afastamentos por doenças crônicas, 23 gestantes e 92 servidores da saúde idosos. Somando todos que estão fora dos postos por conta do coronavírus, a cidade tem 310 baixas.
Para suprir a demanda, o secretário Emerson explica que foi aberta a contratação de emergência. Desde o início da pandemia, foram contratados 116 profissionais, entre médicos, técnicos de enfermagem e enfermeiros.
O secretário informou que houve cerca de 10 afastamentos da linha de frente do combate à pandemia, sendo nove das UPAs e um do centro de triagem do Covid-19. “A maioria dos monitorados em casa é de profissionais de postos de saúde, por isso não afetou tanto o nosso funcionamento”, informou.
Os profissionais da saúde também estão passando por treinamento para colocar e retirar os equipamentos de proteção individual (EPI). A cada local de trabalho, diz o secretário, tem um nível de proteção e eles precisam estar atentos aos procedimentos para evitar a autocontaminação.

Testes negativos no Marieta
O hospital Marieta Konder Bornhausen informou que quatro profissionais da saúde foram testados negativos para contaminação por coronavírus, após a confirmação da primeira vítima fatal de Itajaí. M.A.S., 53 anos, morreu no sábado no hospital.
Segundo a comissão de Controle de Infecção Hospitalar, os profissionais que atenderam a paciente não precisaram ser afastados porque eles fizeram o teste e receberam o resultado negativo. Os testes foram feitos de maneira emergencial.
A secretaria de Saúde informou que os familiares e outras pessoas que tiveram contatos com M.A.S. estão sendo monitoradas, mas não apresentaram sintomas. O protocolo do Ministério da Saúde e da secretaria de Estado da Saúde permite apenas testagem em pacientes graves ou internados, por isso eles não colheram amostras.

Fran Marcon
Formada em Jornalismo pela Univali, com MBA em Gestão Editorial. fran@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com