Home Notícias Geral Itajaí e BC entre os 10 maiores geradores de trampos em SC

Itajaí e BC entre os 10 maiores geradores de trampos em SC

Itajaí é o 14º maior gerador de empregos do Brasil. Itapema e BC também estão bem na fita

Outubro chegou com bons motivos pra Itajaí e Balneário Camboriú comemorarem. Itajaí é o quinto maior gerador de empregos de Santa Catarina e o 14º do Brasil. A indústria náutica, a movimentação portuária, a construção civil e o turismo são apontados como responsáveis pelo desempenho.
Já a vizinha Balneário não deixa por menos. É o oitavo município catarinense na geração de empregos e também está entre os maiores geradores de trampos do Brasil. Os dados são do cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), com dados divulgados na segunda-feira.
Apenas em agosto, puxada por obras na bacia de evolução do porto e na própria atividade portuária, na construção de uma infinidade de edifícios, Itajaí gerou 3762 novos postos de trabalho. Já Balneário criou 2491 vagas. Nos últimos 12 meses Itajaí contratou 45 mil trabalhadores. O badalado balneário empregou 30 mil pessoas.
O quadro de geração de empregos tende a ficar ainda mais robusto com a chegada do verão. “Acima de tudo, os dados demonstram o trabalho que vem sendo desenvolvido no município pela iniciativa privada, que gera empregos, num momento ainda delicado da economia brasileira”, comenta o secretário de Desenvolvimento Econômico, Thiago Morastoni.
Pra ele, a capacidade de realizar obras, ver a cidade com uma melhora na estrutura e na qualidade de vida, o que atrai trabalhadores de todos os lugares, é algo gratificante. “A sangria do primeiro barril de chope da Marejada foi em comemoração a estes resultados”, brinca.

Turismo gerando empregos
Por si só, a Marejada deve gerar cerca de 350 empregos diretos. Mas não é apenas isso. A festa representa o poder da pesca e da indústria náutica de Itajaí. “Somos referência na indústria naval. Hoje, 50% da produção da indústria de navegação do Brasil está em Itajaí. Há duas semanas foi lançado o prêmio Bombar, tipo o Oscar da náutica. Dos seis prêmios distribuídos, cinco foram vencidos por estaleiros de Itajaí”, continua Morastoni, acrescentando que o turismo também vem crescendo de maneira exponencial.
O turismo é um dos modais de desenvolvimento econômico de Itajaí, que cresceu um pouco à sombra de Balneário e Bombinhas, por exemplo. O turismo náutico, com a Volvo Ocean Race, já traz ótimos resultados. Alguns hotéis se instalaram na cidade de olho neste segmento.
O turismo também está atrelado a este sucesso, motivado pelas atividades do porto e da construção civil.
A instalação do cluster da indústria naval militar para a construção de corvetas da Marinha está em fase de planejamento e deve gerar no mínimo oito mil empregos nos próximos anos, com investimentos de R$ 8 bilhões do governo federal. “Sem dúvida nenhuma, este é o grande desenho do futuro de Itajaí”, alegra-se Morastoni.

Turismo indutor de desenvolvimento

O secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico de Balneário, Valdir Walendowsky, corrobora com a opinião da vizinha. Ilustra que o turismo em Balneário é tão forte, que acaba por irradiar benesses econômicas aos municípios da Costa Verde Esmeralda.
“Queremos que nossos vizinhos cresçam conosco porque Balneário irradia benefícios para os municípios da região”, diz.
O secretário lembra que a partir de agora começa a temporada de contratações pro verão. Candidatos às vagas de recepção, cozinheiros, camareiras, profissionais na área de marketing, especificamente comercial e garçons são bem-vindos, principalmente os que têm domínio de uma segunda língua, especialmente o espanhol.

Itapema lidera um saldo positivo em SC

Pelo terceiro ano consecutivo, Itapema tem o melhor saldo de geração e manutenção de empregos de Santa Catarina.
O saldo é a diferença entre as 13.129 contratações e as 11.160 demissões ao longo dos últimos 12 meses. As 1969 vagas mantidas representam um índice de 12,06% de manutenção nas vagas criadas, o maior dentre os 41 municípios catarinenses com mais de 30 mil habitantes.
“A construção civil ainda é um dos setores de maior contratação, mas observamos que o setor de turismo, comércio e prestação de serviço hoje também são responsáveis por boa parte dessas contratações”, explicou a secretária de Desenvolvimento Econômico, Noeli Thomé.
Navegantes vem com o segundo melhor rendimento neste aspecto, com 8,54% de manutenção de emprego. Camboriú aparece em quarto com 6,44%. Balneário e Itajaí estão no final da f ila com, respectivamente, 3,05% e 2,53%.

Maiores geradoras de empregos de SC *
Município Agosto 2019 Acumulado 2019 Últimos 12 meses
1 Joinville 7.893 69.566 99.567
2 Florianópolis 7.543 60.336 93.038
3 Blumenau 5.381 44.623 61.902
4 São José 4.196 35.441 51.923
5 Itajaí 3.762 32.359 45.912
6 Chapecó 3.402 28.247 38.478
7 Criciúma 2.732 22.645 32.408
8 Balneário Camboriú 2. 491 19.741 30.982
9 Jaraguá do Sul 2.287 18.866 25.019
10 Brusque 2.049 18.557 25.018

 

Saldo positivo
1º Itapema 12,06%
2º Navegantes 8,54%
3º Tijucas 7,38%
4º Camboriú 6,44%
5º Campos Novos 5,81%
6º Guaramirim 5,50%
7º Içara 5,39%
8º Concórdia 5,20%
9º Chapecó 5,14%
10º Videira 5,11%
11º Palhoça 5,07%
12º Joinville 5,04%

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com