Home Notícias Geral Igreja Matriz explica corte de árvores no pátio da Paróquia

Igreja Matriz explica corte de árvores no pátio da Paróquia

Igreja Matriz explica corte de árvores no pátio da Paróquia. Foto: Arquivo/Diarinho

A Igreja Matriz de Balneário Camboriú explicou ao DIARINHO o corte das árvores no pátio da paróquia, que gerou revolta entre vizinhos na segunda-feira.

 Desde o início do ano a paróquia estava sabendo da lei sancionada pelo governador Carlos Moisés (PSL). Em 14 de janeiro de 2019 ele proibiu a produção de mudas e plantio da espécie Spathodea Campanulata, a Espatódea, alegando que a espécie exótica é tóxica a abelhas. Por isso, a paróquia diz que determinou a retirada. Mas antes houve todo um planejamento. Os vizinhos haviam entendido que a retirada das árvores daria lugar a um estacionamento.

Agora, a paróquia diz que o trabalho de uma equipe especializada vai fazer o plantio de três árvores. Três das espécies que estavam no jardim serão replantadas. “Era para ser cinco, mas tentaremos recuperar duas que são as que estão com ninhos de ratos nas raízes”, explica a paróquia.

O estudo feito pela equipe de paisagismo leva em conta não apenas um jardim bonito, mas também plantas que contribuam para o ecossistema de maneira saudável. “Se a gente pode ajudar fazendo a troca de uma árvore que é maléfica ao meio ambiente por outra benéfica, vamos fazer”, esclarece.

Para finalizar, a Paróquia esclareceu ainda que foi feita uma comunicação nas mídias sociais explicando que isso aconteceria, além de aviso aos paroquianos em nove celebrações realizadas de sexta-feira até domingo.

As novas espécies que serão replantadas no lugar das árvores antigas ainda não foram definidas. As Espatódeas não eram centenárias, como algumas pessoas haviam pensado. O lugar também não vai virar um estacionamento, pois não há nenhum projeto neste sentido.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com