Home Notícias Geral Fabricante de Itajaí cancela propaganda e publica nota do MP sob suspensão de venda de álcool em gel

Fabricante de Itajaí cancela propaganda e publica nota do MP sob suspensão de venda de álcool em gel

Comunicado já está no site

A 13ª Promotoria de Justiça de Itajaí reforçou a recomendação à empresa Wave Cleaner Indústria e Comércio Ltda, do bairro Rio do Meio, em Itajaí, que deixe de vender o produto “Gel Higienizador de Mãos – Álcool em Gel 70, 400ml” devido à ineficácia do produto pra eliminação de microrganismos como o coronavírus. A empresa ainda teve que retirar a propaganda do produto do site e colocar um comunicado oficial.
A suspensão da venda deve ocorrer até que a fiscalização constate que o produto se atenta sos padrões sanitários, sob pena de medidas judiciais e criminais. A empresa ainda teve que retirar a propaganda do produto do site www.wavecleanerdobrasil.com e publicar um comunicado oficial alertando sobre a retirada do produto de circulação pelo fato de ele não atender à eficácia recomendada pela Anvisa no que diz respeito à prevenção ao contágio pelo coronavírus. O comunicado já está no site da empresa.
A recomendação do MP foi enviada à empresa na sexta-feira. A recomendação partiu primeiro do Ministério Público do Rio Grande do Sul. Segundo o promotor de Justiça Maury Viviani, de Itajaí, os laudos técnicos emitidos pelo laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) do Rio Grande do Sul apontaram que o produto é ineficaz pra eliminar o coronavírus, visto que o seu teor alcoólico é de aproximadamente 40% a 50% menos do que o informado pelo fabricante, estando, portanto, fora da faixa considerada eficaz pra eliminar a Covid, que é de 70% de álcool etílico.
Os documentos foram incluídos em uma investigação do MP de Itajaí, que começou em março deste ano, e apura possíveis irregularidades no produto vendido. O alerta aconteceu após a representação de um consumidor local.
Na vistoria, a vigilância Sanitária e o Procon de Itajaí constataram a não apresentação de laudos de controle de qualidade, a fabricação de produto sem a apresentação de controle de processo de produção dos lotes vistoriados e produtos colocados à venda sem identificação da validade.

A empresa diz que o produto não é mais fabricado desde 30 de março. Eles também recolheram os produtos que estavam à venda no Rio Grande do Sul. O álcool em gel com aloe e vera, que tem a cor verde e está à venda na região, não é alvo da investigação do MP, segundo a Wave Cleaner Indústria e Comércio Ltda.
Na quinta-feira, em nota oficial, empresa também disse que desconhece qualquer teste ou laudo efetuado em seus produtos. “Nem sabemos se de fato o produto informado realmente foi produzido por nossa indústria. Durante esta pandemia existem muitas indústrias clandestinas e falsificadores de produtos ilegais, sem registros e sem laudos de controle de qualidade. Reafirmamos nosso compromisso com a qualidade e informamos a todos os nossos clientes que os nossos produtos estão devidamente regulamentados junto aos órgãos fiscalizadores e que a empresa efetua o controle de qualidade de seus produtos conforme os padrões estabelecidos por lei.”, disse a nota.

Fran Marcon
Formada em Jornalismo pela Univali, com MBA em Gestão Editorial. fran@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com