Home Notícias Geral Estado é condenado por abuso de autoridade em caso de ameaça à idosa

Estado é condenado por abuso de autoridade em caso de ameaça à idosa

Cinco policiais militares invadiram a casa de uma família em Itapema e um dos agentes apontou a arma contra a dona da residência, já idosa, fazendo várias ameaças. Ela também ouviu ofensas. A família será indenizada. O caso aconteceu em janeiro de 2008.

A diarista da casa, testemunha da ocorrência, conta que o policial chegou gritando “sai da frente, sua velha, senão eu atiro”. A idosa respondeu: “atira, se tu és homem”.

O filho da proprietária, que é advogado, estava na piscina e, ao chegar à sala, pediu que os agentes se retirassem. “Sem mandado, vocês não podem entrar”, reforçou, “e mesmo que tivessem um, a lei não permite entrar neste horário”.

Eles alegaram ter achado que “alguém tinha entrado porque o muro estava quebrado”. A dona da casa alegou abuso de autoridade, detalhou as ofensas e ameaças e ingressou na Justiça pedindo uma indenização por danos morais.

Os policiais admitiram que entraram na casa, mas afirmaram que estavam atrás de um suspeito que minutos antes da ocorrência teria arremessado e acertado uma garrafa contra a viatura policial. Disseram ainda ter ouvido um disparo de arma de fogo. Nenhum boletim de ocorrência foi relatado sobre o episódio da garrafa ou do disparo.

Para o desembargador Júlio César Knoll, a diligência policial foi claramente inadequada e provocou abalo na idosa. A indenização pra família será de R$ 5 mil.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com