Home Notícias Geral Deputado catarinense do PSL diz que assédio “massageia o ego”

Deputado catarinense do PSL diz que assédio “massageia o ego”

O deputado catarinense Jessé Lopes, do PSL, se envolveu em mais uma ação que provocou revolta neste fim de semana. Ele publicou um texto em sua página do Facebook  que dizia que o assédio “massageia o ego“  e que quem não gosta são “mulheres frustradas”. No ano passado, Jessé havia dito que são as roupas que motivam os estupros de mulheres.

“Não sejamos hipócritas! Quem, seja homem ou mulher, não gosta de ser assediado (a)? Massageia o ego, mesmo que não se tenha interesse na pessoa que tomou a atitude”, começou Jessé na postagem.

O texto publicado pelo deputado estadual foi motivado por uma crítica à ação do coletivo feminista “Não é Não!”.

O coletivo, atuando pela primeira vez em Florianópolis, pretende distribuir tatuagens adesivas durante o carnaval, com a frase numa ação para combater o assédio. Pra isso, o “Não é Não” busca recursos, com ajuda de doações, até o dia 16 de janeiro.

Em entrevista a rádio CBN nesta segunda-feira, Jessé afirmou que não respeita o movimento feminista e que o assédio pode ser prevenido. Ele também disse que não quer levar o assunto adiante.

Doações ao coletivo “Não é Não”

Pra ajudar o coletivo “Não é Não” com doações em dinheiro e possibilitar a ação dos adesivos no carnaval, basta acessar a plataforma online. Na página, a meta é de R$ 4.500 para arrecadar. Elas conseguiram, até então, R$ 1.820, o que representa 40% do valor.

Confira na íntegra a postagem do deputado:

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com