Home Notícias Geral Ciclone vai trazer vento e frio

Ciclone vai trazer vento e frio

Mar vai ficar agitadaço e alerta das autoridades é de que haverá perigo para navegação de pequenas e médias embarcações

Marzão vai ficar agitado e vai ter risco de ressaca

A defesa Civil de Itajaí emitiu ontem alerta da ocorrência de um ciclone no oceano que irá provocar uma queda brusca na temperatura, mar muito agitado e rajadas de ventos que podem chegar a 80Km no mar.
A previsão dos técnicos do laboratório de climatologia da Univali é que as temperaturas mínimas atinjam a casa dos 8 graus. As máximas não devem passar dos 19 graus.
O frio, ainda de acordo com a previsão da Univali, deve se manter pelo menos até domingo. Na segunda-feira, as temperaturas aumentam um pouquinho, mas a mínima deve ser de 11 graus.

Ciclone em alto mar
De acordo com a defesa Civil de Itajaí, ontem uma frente fria já se deslocava do sul, trazendo uma gelada massa de ar polar, com bastante sol mas com muito frio. Culpa do ciclone extratropical que se formou entre o Uruguai e o Rio Grande do Sul e começou a “subir”.
“O núcleo do ciclone da frente fria se intensificará e deixará o mar agitado fora da costa”, avisa a defesa Civil. Mais para o sul do estado, o mar estará tão agitado que as ondas podem chegar a 6 metros de altura. “Para nossa região entre 2 a 4 metros”, alerta a defesa Civil.
A empresa também reforça o alerta de mar perigoso e diz que pode rolar ressaca. “Desaconselhável a navegação de pequenas e médias embarcações. Não se descarta o risco de ressaca na quinta e sexta-feira”, diz o comunicado dos meteorologistas do Ciram/Epagri.

Moradores de rua
Por conta da previsão da queda de temperatura, a aecretaria de Assistência Social reativou ontem o abrigo de inverno para receber moradores de rua. O abirgo fica na rua José de Alencar, 345, no bairro São Vicente, e vai receber pessoas até domingo.
O funcionamento é das 20h às 7h30, mas o horário de entrada é até às 23h. Além de cama e coberta, o local fornece janta e café da manhã. O abrigo tem capacidade para acolher 30 pessoas.
O telefone da equipe da abordagem social é o 156 ou (47) 99919-8961. Os profissionais ajudarão as pessoas a se deslocarem até o abrigo.
No dia seguinte, os moradores de rua serão acolhidos pelo Centro de Referência Especializado da Assistência Social para População em Situação de Rua (Creas POP), na rua José Pereira Liberato, 2219, no bairro São Judas.
Em Balneário Camboriú, a prefeitura mantém uma equipe que convida o pessoal de rua a ir para a Casa de Passagem, que tem 28 lugares. O telefone do plantão da equipe é (47) 98839-7075.
Juntas, Balneário Camboriú e Itajaí têm mais de 200 moradores de rua.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com