Home Notícias Geral Caminhões à esquerda na Schmithausen

Caminhões à esquerda na Schmithausen

Representantes de caminhoneiros, transportadores e a Codetran definiram a alteração no trânsito da avenida de Cordeiros

Placas vão começar a ser reinstaladas na avenida

A Codetran anunciou que vai voltar a alterar as regras de trânsito na principal avenida do bairro Cordeiros, a Reinaldo Schimithausen. Os caminhões terão que transitar, obrigatoriamente, pela faixa da esquerda. A medida visa dar mais segurança ao local. Como o DIARIoticiou na edição do último sábado, foram cinco acidentes fatais envolvido ciclistas ou motociclistas nos últimos meses.
A proposta foi discutida na sexta-feira em reunião entre representantes da prefeitura, transportadores e entidades do setor, após mais um acidente com morte de ciclista na avenida. A partir de hoje, a sinalização com placas começa a ser feita, bem como uma campanha de divulgação antes de a mudança começar a valer.
A proposta já tinha sido adotada pela Codetran em maio, mas foi suspensa em menos de 24 horas, após questionamentos de que a alteração iria contra a legislação de trânsito. A questão voltou à tona após a morte do pescador Abelardo Simão Alves, 65 anos. Ele foi atropelado por um caminhão na quarta-feira passada.
Além da Schmithausen, a mudança vai envolver as ruas Carolina Vailatti, Benjamin Franklin Pereira e a avenida Irineu Bornhausen, a Caninana, onde os caminhoneiros já tinham a orientação de andar pela esquerda no caminho pro porto. O objetivo é evitar acidentes com ciclistas e motos, que trafegam pela pista da direita, junto à calçada.
De acordo com o chefão da Codetran, Robson Costa, o município tem competência pra regulamentar o trânsito na cidade. Ele diz que a mudança atende uma reivindicação dos transportadores e teve parecer favorável do conselho Estadual de Trânsito. “É uma forma de organizar a cidade e dar segurança no trânsito”, afirma.
Robson adiantou que também serão criados “bolsões de espera” pra motos nos semáforos. Os bolsões serão áreas exclusivas para as motos pararem na frente dos carros, visando evitar os conflitos de espaço com os automóveis.
A sinalização, prevista pelo conselho Nacional de Trânsito, é adotada em cidades como São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG) e Distrito Federal. Em Itajaí, os bolsões serão implantados inicialmente na avenida Eugênio Müller, em frente ao porto, e ao longo da rua Blumenau, devendo se estender depois pela Reinaldo Schmithausen.

Reunião para fazer andar a via Portuária
Vista como solução definitiva pra desafogar o tráfego de caminhões na Schmithausen, a sonhada abertura da avenida Agostinho Alves Ramos, a via Portuária, deve ter as obras reiniciadas. A promessa é do engenheiro Auri Pavoni, assessor especial de Urbanismo de Itajaí.
Ele informou que esta semana deve rolar uma reunião com o departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, responsável pelo projeto, que tá parado desde 2012. “Se não forem continuar a obra, que nos autorizem e nos forneçam o projeto que o município fará a obra”, afirma.
Entre os impasses pra continuação havia a presença de casas de 45 famílias em área de ocupação irregular. Segundo Auri, essas famílias serão realocadas num prazo de 90 dias para moradias populares em terrenos comprados pela prefeitura na mesma região.
Ele garante que a via Portuária vai desafogar o tráfego de caminhões na Schmithausen e contribuir para a redução de acidentes. “Ao tirarmos os caminhões da Reinaldo, teremos um trânsito mais seguro e eficiente. Na sequência, também iremos tirar o trânsito da Caninana”, diz.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com