Home Notícias Geral Bolsonaro diz que não apoiará ninguém

Bolsonaro diz que não apoiará ninguém

Aviso foi dado em entrevista à Jovem Pan. Depois, em outro vídeo, ele agradece a Merísio e diz torcer por Moisés

Merísio (esquerda) anunciou apoio a Bolsonaro no meio da campanha. Comandante Moisés afirma que é o único candidato do ex-militar aqui no estado

Ocandidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) provocou polêmica ao declarar, em entrevista a Jovem Pan, que não vai apoiar nenhum dos dois candidatos a governador em Santa Catarina, nem mesmo seu parceiro de partido, o Comandante Moisés.
O anúncio provocou mal estar entre seus simpatizantes, que passaram a cobrar fidelidade partidária. Mais tarde, em outro vídeo, ele agradeceu a Gelson Merísio (PSD) e disse que torce pelo Comandante Moisés, sem dizer, literalmente, a quem está apoiando.
O primeiro vídeo foi feito durante entrevista ao programa Pânico, da rádio Jovem Pan, na terça-feira. Bolsonaro afirmou que o projeto mais importante é a conquista da presidência e argumentou que, se assumisse uma candidatura em SC, perderia votos no segundo turno com Fernando Haddad (PT).
Foi em Santa Catarina que ele fez a maior votação proporcional do país, com 65,82% dos votos. O candidato tem uma relação de amizade com Esperidião Amin, senador eleito pelo PP (ex-partido de Bolsonaro), que tá na chapa de Merísio.
“Temos um candidato, comandante [Moisés] que foi para o segundo turno mas, respeitosamente, Santa Catarina foi o Estado com a minha maior votação. Se eu assumir um lado, vou ter problema do outro, vai cair minha votação. A votação mais importante para mim, com toda certeza, é a de presidente da República”, declarou.
Na página do PSL em Santa Catarina, partidários do ex-militar e do Comandante Moisés se disseram incrédulos e pediram explicações. Muitos pediram pelas redes sociais que Bolsonaro voltasse a se manifestar pra “desmentir” o que tinha dito.

Mais um vídeo
Ontem, Bolsonaro lançou um novo vídeo. “Eu quero agradecer o apoio do Merísio por ocasião do primeiro turno mas, para o segundo turno tivemos o comandante Moisés, do meu partido, o PSL. Quero desejar agora boa sorte ao comandante Moisés e dizer que ele é um fenômeno em Santa Catarina como estamos sendo no Brasil. Moisés, boa sorte, felicidades, estamos torcendo por você…”, diz, na filmagem, sem afirmar textualmente a quem apoia para a disputa no governo de Santa Catarina.
Assista o vídeo em www.diarinho.com.br os dois vídeos de Bolsonaro.

“Verdade restabelecida”, diz Moisés
Comandante Moisés não havia se pronunciado oficialmente sobre a neutralidade de Bolsonaro até que o novo vídeo apareceu. “A verdade está restabelecida. Bolsonaro é Comandante Moisés em Santa Catarina”, anunciou pelas redes sociais.
Na semana que vem, Moisés tem agenda no Rio de Janeiro pra conversar com o presidenciável sobre as eleições. Uma das questões é se Bolsonaro vai aparecer ou não nos programas de Moisés na propaganda eleitoral. No primeiro turno, o candidato sempre reforçou ser o “governador de Bolsonaro”.
Ao assumir o voto em Bolsonaro, Merísio explicou durante a campanha que se tratava de um posicionamento pessoal. A assessoria do candidato não respondeu se haverá mudanças na estratégia pro segundo turno, levando em conta o posicionamento de Bolsonaro.

Chapa pura
Em nota oficial assinada pelo presidente estadual do PSL, Lucas Esmeraldino, o partido rebateu notícias de “supostos acordos políticos” com outras siglas, frisando que o PSL seguirá “sem conchavos políticos” pro segundo turno. O esclarecimento rola após integrantes do MDB e do PSDB declararem apoio a Moisés. “Vejo que todo apoio é bem-vindo. Porém, não vamos mudar e flexibilizar o projeto do PSL ao governo, que é chapa pura, para transformar em um conglomerado de partidos e amarras políticas”, explica a nota.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com