Home Notícias Geral Balneário tem 15 profissionais da saúde contaminados pelo coronavírus

Balneário tem 15 profissionais da saúde contaminados pelo coronavírus

Saúde já afastou 49 pessoas que tiveram contato com profissionais contaminados

Balneário Camboriú chegou a 20 casos confirmados de coronavírus ontem. O número foi divulgado com um alerta: a linha de frente do combate à  pandemia está ficando doente. São 15 profissionais da saúde infectados e 49 afastados das unidades de saúde da cidade para monitoramento, já que tiverem  contato com os casos confirmados. Pra substituir os profissionais afastados por doença ou monitoramento, a prefeitura está fazendo um chamamento público de mais profissionais a partir de hoje. Os profissionais vão atuar no centro de combate à doença.

A secretária de Saúde, Andressa Hadad, explica que entre os  15 profissionais contaminados há um médico, que está internado no hospital da Unimed,  um auxiliar de cozinha, um enfermeiro, o diretor de enfermagem, coordenador e funcionários do serviço de Arquivo Médico e Exame (Same), enfermeira da UTI, enfermeira de pronto socorro e uma enfermeira de unidade. “Todos afastados em isolamento domiciliar. Só o médico  está internado na UTI”, explica.

A secretaria também passou a afastar e monitorar as pessoas que tiveram contato com esses profissionais contaminados, o que significa uma baixa significativa no efetivo da saúde. “Já fechamos o ambiente do Same e da cozinha e fizemos uma desinfecção geral do espaço, mas vamos ter que reestruturar todo o Same porque a maioria dos casos positivos foi corfirmado nesse setor”, explicou.

Andressa informa que vários profissionais estão evitando o contato com suas próprias famílias para tentar conter a contaminação. Eles têm dormido no Hotel Pires, que cedeu quartos para que os profissionais trabalhem tranquilos e não coloquem as famílias em risco, apesar de todo o cuidado com os equipamentos de segurança individuais (EPIs).

Os profissionais da saúde contaminados, segundo Andressa, usavam os EPIs específicos para os locais de atuação. No pronto socorro, por exemplo, o profissional usa máscara N95, o óculos de proteção, touca, uniforme, o avental impermeável e luva de procedimento. No centro do Covid-19, além desses equipamentos, o profissional ainda usa o macacão e a máscara facial completa.

Também há todo um protocolo para evitar a auto-contaminação. Mesmo assim, muitos profissionais acabam infectados por estarem diretamente expostos ao vírus.

Aumento de 81% dos casos

Balneário praticamente dobrou os casos confirmados de sexta-feira pra domingo. Na sexta, a cidade tinha 11 infectados.  Domingo o relatório informou 20 infectados.

Um aumento de 81% nos casos positivos. O número de monitorados também aumentou de 202 para 272 pessoas. Esses casos suspeitos estão em isolamento social, domiciliar e ainda não coletaram exames para o Covid-19.

A prefeitura informa que pelo menos cinco casos confirmados são de moradores de outras cidades. “Apesar de o estado divulgar 20 casos para nossa cidade, temos que considerar que muitas pessoas dos municípios vizinhos estão sendo tratadas em nossos hospitais. Esse contato pode se desdobrar em dezenas de outros casos de contaminados, o que foge da estatística oficial”, alerta o prefeito Fabrício Oliveira (Podemos).

 

 

Fran Marcon
Formada em Jornalismo pela Univali, com MBA em Gestão Editorial. fran@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com