Home Notícias Geral Balneário Camboriú prevê queima de fogos no réveillon; Itajaí caminha pra cancelar a festa, como fez Florianópolis

Balneário Camboriú prevê queima de fogos no réveillon; Itajaí caminha pra cancelar a festa, como fez Florianópolis

Edital para compra dos fogos deve ser lançado ainda nesse mês

A prefeitura de Balneário Camboriú confirmou o show de fogos no réveillon da cidade, evento que atrai mais de um milhão de pessoas à orla da praia central. O formato da festa, no entanto, ainda não está definido, a depender da situação da pandemia de coronavírus e da atualização dos decretos estaduais.

Um protocolo sanitário deve ser elaborado pelo município, incluindo medidas contra aglomerações, de acordo com o grau de contágio para Balneário e região na ocasião da festa. A classificação de risco é feita pelo governo estadual. Atualmente, a foz do rio Itajaí se encontra em risco grave, sendo proibida a realização de eventos.

O secretário municipal de Turismo, Valdir Walendowsky, explica que a realização do show pirotécnico depende da licitação dos fogos e de decreto estadual que permita a realização de eventos na orla de Santa Catarina. Uma das possibilidades é que a festa ocorra no formato online, com a transmissão da queima dos fogos pela internet, se lá em dezembro os eventos ainda não estiverem liberados.

Independentemente da situação da pandemia em dezembro, Valdir informa que o município está se adiantando pra fazer a compra dos fogos. “A burocracia exige tempo. Então a gente vai antecipar a burocracia na compra dos fogos e lá na frente se verifica a situação da pandemia”, afirma.

A previsão é que o edital de compra seja lançado no fim desse mês. A licitação é de R$ 1,9 milhão, mesmo valor do ano passado, prevendo instalação de 10 balsas e 15 minutos de fogos. Segundo Valdir, a compra efetiva só ocorre após a homologação do resultado, mas ressalta que o processo precisa se iniciado com antecedência em razão dos prazos legais.

Ele comenta que opção de ter a atração, mesmo que seja com a transmissão da queima pela internet, foi bem recebida pelo trade turístico e vai ajudar o setor. “É uma solução para não deixar passar em branco a virada de ano em Balneário Camboriú, que é tão tradicional”, avalia.

Itajaí deve cancelar

Em Itajaí, o secretário de Turismo, Evandro Neiva, adianta que a situação caminha para o cancelamento da festa. Seria a mesma decisão já tomada pela prefeitura de Florianópolis, que anunciou na terça-feira que não fará a licitação pro show de fogos e suspendeu a programação do réveillon. Os recursos do evento deverão ser direcionados pra projetos de recuperação de empregos e de apoio às pequenas empresas.

A decisão sobre a festa em Itajaí deve ocorrer nas “próximas semanas”, segundo o secretário. “Acredito que não teremos condições de realização. É uma pena, pois o formato da Beira Rio ficou ótimo e teve uma grande aceitação”, comenta. Além da pandemia deixar tudo muito incerto, Evandro destaca que nos eventos públicos a situação é pior ainda, porque é preciso uma antecedência nos processos licitatórios.

O réveillon de Itajaí tinha sido retomado no ano passado. O show pirotécnico de 15 minutos com fogos silenciosos da Beira Rio atraiu mais de 50 mil pessoas.

João Batista
Formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Associação Educacional Luterana Bom Jesus/Ielusc, de Joinville (SC). E-mail: geral.diarinho@gmail.com
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com