Home Notícias Geral Audiência pública que aprovou Havan em BC tá sob suspeita

Audiência pública que aprovou Havan em BC tá sob suspeita

Denúncia é de que Luciano Hang, dono da Havan, fretou busões para trazer funcionários de outras cidades e se passarem por moradores de Balneário

A audiência pública que rolou na segunda-feira e deu o aval para o resultado do estudo de impacto de vizinhança da nova loja da Havan em Balneário Camboriú tá sob suspeita. Esta semana, anunciaram representantes de entidades empresariais e de classe da cidade, o caso vai ser apresentado ao ministério Público.

É que o empresário Luciano Hang, dono da Havan, tá sendo acusado de fretar ônibus e trazer gente de fora da cidade pra se passar por cidadão de Balneário e votar favorável ao estudo apresentado.

Entre os documentos que comprovariam a sacanagem estariam a lista dos presentes na audiência e o cadastro feito pelas pessoas quando entram na câmara de Vereadores, local da audiência pública.

Ao DIARINHO, o empresário Luciano Hang admitiu que contratou ônibus para levar funcionários de outras cidades para Balneário Camboriú. Mas, garante, o pessoal não veio pra cá participar da audiência.

“Os ônibus foram usados para levar colaboradores de nossas lojas para substituir funcionários de Balneário, para que estes pudessem ir na audiência. Estes ônibus por sua vez levaram os funcionários da loja de Camboriú ate a audiência”, disse.

Veja mais na edição desta quinta-feira do DIARINHO.

Sandro Silva
Tem 31 anos de jornalismo, formado em pedagogia pela Udesc e com MBA em Gestão Editorial. geral@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com