Home Notícias Geral Aliados de ex-prefeito tão por trás de página que ataca Fabrício

Aliados de ex-prefeito tão por trás de página que ataca Fabrício

Quatro pessoas são acusadas de fake news sobre o governo municipal. Ex-prefeito diz que não tem nada com ex-comissionados

Prefeito alega que as postagens são caluniosas e ofensivas

período pré-eleitoral começou movimentado em Balneário Camboriú com direito a uma ação na justiça eleitoral movida pela Podemos, partido do prefeito Fabrício de Oliveira. O Podemos conseguiu na justiça uma liminar para quebra do sigilo de duas páginas nas redes sociais com postagens contra  o prefeito de BC. Quatro pessoas foram identificadas e serão processadas pelo partido. As páginas também são acusadas de espalharem fake news sobre o governo municipal.

Por determinação da justiça, o Facebook informou o nome dos três administradores da página “Novas Ideias Mil Grau”. Os envolvidos foram funcionários do primeiro escalão  durante o governo do  então prefeito Edson Periquito (MDB). Eles  também apoiaram a campanha para deputado estadual em 2018. Rafael Amâncio, ex-diretor geral da Sectur; Kako Garcia, ex-diretor executivo do setor de Paisagismo da secretaria de Obras, e Jefferson Rodrigo Kalinowski, que ocupou o cargo de coordenador de comunicação social  estão sendo processados. A investigação apurou que o empresário Felipe Albertini Costa é o administrador do perfil no Instagram De Olho BC.

Ontem, o prefeito Fabrício de Oliveira e o advogado do Podemos, Nilson Bittencourt, realizaram uma entrevista coletiva. Segundo Bittencourt, o partido não pedirá direito de resposta ou que as páginas sejam retiradas do ar, mas irá processar criminalmente os administradores por calúnia e difamação, pedindo reparação de dano moral.

“Além de denegrir, usam da covardia do anonimato para poder incentivar informações mentirosas, caluniosas, desprovidas de qualquer compromisso com a sociedade de Balneário Camboriú. Opiniões e críticas fazem parte da vida de uma pessoa pública, mas o anonimato para fazer calúnias e confundir a cabeça das pessoas, cometendo crime atrás de crime, nós não podemos aceitar”, falou o prefeito Fabrício de Oliveira durante a entrevista.

O advogado revelou que durante seis meses o Podemos vem investigando páginas nas redes sociais que publicam conteúdos caluniosos. Ele afirma que outras páginas estão sendo monitoradas. 

O DIARINHO entrou em contato com as duas páginas citadas no processo. O perfil no Instragram “De Olho BC” informou que tomou conhecimento pela imprensa do caso e que o o jurídico estava se inteirando dos autos do processo para emitir um posicionamento. Já a página Novas Ideias Mil Grau não retornou ao contato.

Periquito rebate

Apontado em montagens que circulam nos grupos de whatsApp da cidade como estando por trás das páginas investigadas, o ex-prefeito Edson Periquito nega qualquer envolvimento com as postagens. 

“Considero patética essa situação. O que estão tentando fazer é censura, querem impedir as pessoas de expressarem a sua opinião. Não tenho qualquer preocupação com a minha imagem. Não tenho página escondida. Sempre fui alvo dos meus adversários. O homem público tem que ter responsabilidade e dar a resposta com trabalho”, discursou Periquito, que é pré-candidato a prefeito pelo MDB.

Ele afirma que mesmo sendo ex-integrantes do seu governo, os administradores da página Novas Ideias Mil Grau não podem ser ligados à sua imagem ou ao do MDB.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com