Home Notícias Esporte Vitória do Barroso no sufoco

Vitória do Barroso no sufoco

No duelo entre o Almirante Barroso, dono da melhor defesa da série B do Catarinense, e o artilheiro da competição, Jean Carlos, do Barra, melhor para o Barroso na manhã de sábado. O time venceu por 1 a 0 o adversário, com gol de Dandan. Logo após, vândalos apedrejaram e quebraram os vidros de dois carros de torcedores barrosistas que saíam da partida. O grupo foi flagrado pelas câmeras de segurança [veja ao lado].
Com o resultado em campo, o Barroso manteve a liderança e os 100% de aproveitamento, com quatro vitórias em quatro jogos. Já o Barra está sem vencer na competição e caiu para a nona posição, somando três pontos. O Pescador volta a jogar no Camilo Mussi na quarta-feira, às 15h, quando recebe o Concórdia. Já o Almirante vai a Joinville na quarta-feira, enfrentar o Fluminense, às 20h30.

O jogo
Bem postado na defesa e buscando as brechas do adversário para chegar ao ataque, o Barroso foi o time que criou as primeiras oportunidades do jogo. Aos 11 minutos William Samurai cabeceou ao lado. Depois foi a vez de Saraçol bater da entrada da área e levar perigo à meta do Barra.
Apesar de ter maior posse de bola, o Pescador começou a ameaçar só aos 29 minutos, quando Oberdan arriscou de fora da área e obrigou Hudson Júnior a espalmar para o lado. O arqueiro do Barroso evitou também a cabeçada de Jessé em escanteio, segurando firme a bola.
Com o sol esquentando o gramado sintético do Camilo Mussi, as duas equipes diminuíram o ritmo na segunda etapa. O Barroso só voltou a levar perigo com a entrada do estreante Abner na vaga de Samurai. Aos 26, ele bateu colocado da entrada da área e quase abriu o placar.
O alviverde começou a se fazer mais presente no ataque e conseguiu o gol aos 34. Le Petit cobrou escanteio da direita, Rogelio desviou e a bola sobrou para Dandan só escorar para as redes.
Três minutos depois o Barra teve a grande chance do empate. Gabriel Mello foi lançado na área, driblou Hudson Júnior, mas foi derrubado pelo goleiro. Pênalti que Jean Carlos, artilheiro da série B com quatro gols, bateu fraco no canto direito de Hudson. Bem colocado, o goleiro fez a defesa em dois tempos e evitou o empate.
Nos minutos finais o técnico Tcheco lançou o Barra ao ataque e o Barroso encontrou mais espaços para os contra-ataques. Em uma jogada rápida pela direita, Abner bateu no canto, mas a trave evitou o que seria o segundo gol alviverde.

Vândalos destroem carros de barrosistas

Nem tudo foi festa para a torcida barrosista no sábado. No final da partida, dois carros que estavam estacionados nas proximidades do estádio Camilo Mussi foram apedrejados e quebrados por vândalos. Eles fugiram em seguida e ainda não foram identificados.
O ataque pode ter sido dirigido a membros da torcida organizada Força Jovem, do Vasco da Gama, que estavam no Camilo Mussi torcendo pelo Barroso caracterizados com roupas e faixas.
Em vídeos de câmeras de segurança divulgados pelo Barroso, as vítimas aparecem trocando o pneu de um carro quando saem correndo do local, cerca de uma hora e meia após o fim da partida. Logo em seguida quatro pessoas, sem trajar roupas de clubes de futebol, aparecem com paus e pedras para destruir os vidros e a lataria do veículo. A foto de outro carro com o para-brisas destruído por uma pedra também foi divulgada.
O Barroso emitiu nota repudiando os atos e informando que irá buscar a apuração dos fatos e identificação dos autores do ataque. O clube ainda frisa que durante a partida as torcidas do Barra e Barroso conviveram em um clima de harmonia dentro do Camilo Mussi.

Fran Marcon
Formada em Jornalismo pela Univali, com MBA em Gestão Editorial. fran@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com