Home Notícias Esporte Marcílio Dias e Camboriú ESTÃO FAZENDO peneiras 


Marcílio Dias e Camboriú ESTÃO FAZENDO peneiras 


Garotos aprovados poderão vestir a camisa do Marcílio em 2018

A garotada que sonha em se tornar um jogador de futebol profissional pode aproveitar as férias de verão para tentar uma vaga nas categorias de base de duas equipes da região. Camboriú e Marcílio Dias, ambos da Série B do Catarinense, estão programando para este mês de janeiro peneiras para jogadores de até 17 anos.
Para quem quer tentar a sorte nos dois times, a boa notícia é que os testes na Cambura serão no dia 13, enquanto o Marcílio Dias irá avaliar o talento da gurizada entre os dias 19 e 20.
Para participar da peneira no Camboriú, o candidato deve comparecer ao estádio Robertão no dia 13 com uniforme para a prática esportiva, uma cópia da identidade, atestado médico e a ficha de inscrição preenchida. O documento está disponível no site da Cambura (www.camboriufc.com.br).
Os meninos nascidos entre 2005 e 2009 serão avaliados a partir das oito horas para as categorias sub-11 e sub-13, enquanto às 9h30 será a vez dos atletas nascidos entre 2001 e 2004 tentarem uma vaga nos times sub-15 e sub-17 do Tricolor. Em caso de chuva, os testes serão realizados na Associação Kadiz.
Dois dias de seleção
Já o Marinheiro dividiu as avaliações em duas no estádio Dr. Hercílio Luz. Nos dias 19 e 20, a partir das 9h, garotos nascidos entre 2001 e 2005 farão testes para integrar os elencos sub-15 e sub-17 do Marinheiro.
Para participar, precisam estar acompanhados de seus responsáveis legais, além de levarem carteira de identidade (cópia e original) e a ficha de inscrição completa, que pode ser encontrada na secretaria do estádio, em Itajaí.
Técnico nas categorias de base do Marcílio Dias, Tony Monteiro dá uma dica importante para os garotos. “Eles precisam entrar sem pressão, entender que não vai ser a única oportunidade da vida, que terão outras avaliações. Dessa forma podem jogar mais soltos, mostrando habilidades e o potencial. Também não devem se preocupar tanto com a parte tática, esse trabalho será feito depois pela comissão técnica, a avaliação é para mostrar o que sabem jogar”.

Elaine Mafra
Jornalista formada pela Univali em 2006. elaine@diarinho.com.br
Compartilhe: