Home Notícias Esporte Festa rubro-negra na Beira Rio

Festa rubro-negra na Beira Rio

Beira Rio foi tomada pelos torcedores do Flamengo

A avenida Beira Rio foi o endereço da festa dos campeões estaduais 2019 em Itajaí. A maioria da torcida era formada por flamenguistas. Vestidos com camisetas e enrolados em bandeiras, os torcedores cantavam, pulavam e os motoristas de carros faziam borrachão para comemorar o caneco rubro-negro.
O jogador Ronaldo Santos, do Operário do Paraná, foi para a avenida com o filho Mateus Felipe, de seis anos. Os dois comemoravam a vitória no meio da galera.
Ronaldo conta que esse é o segundo campeonato estadual que comemora com o filho. “Ele é fanático pelo time”, conta o pai.
Quem presenciou o time ser campeão pela primeira vez, mas quando crescer nem vai lembrar, é o pequeno João Henrique, de seis meses. O menino estava faceiro no colo do pai, o carioca Márcio Cunha, 46. Ao lado da mãe, Carol Carvalho, 26, os três dançavam ao som do hino do Flamengo.
A família mora em Balneário Camboriú, onde assistiu ao jogo, mas preferiu vir comemorar em Itajaí. “Já é tradição dos flamenguistas comemorar na Beira Rio”, fala o rapaz. A festa na Beira Rio seguiu até perto das 21h.
O Flamengo podia até perder com um gol de diferença para o Vasco e seria campeão carioca. Mas o time de Abel Braga fez mais. Venceu o rival pelo mesmo placar e sagrou-se campeão carioca de 2019. Os gols foram de Arão e Vitinho pra incendiar o Maracanã na tarde de domingo.

Corinthians campeão
A festa foi dominada pelos flamenguistas na Beira Rio de Itajaí, mas volta e meia um carro passava e dava para ouvir o “salve o Corinthians, campeão dos campeões…”. Isso porque o Corinthians se consagrou tricampeão do Paulistão. Os gols da partida foram marcados por Vagner Love e Danilo Avelar pra balançar a Fiel que lotou a Arena Corinthians. Antony marcou o único gol do São Paulo.

Athético é bi
Athlético Paranaense venceu o Toledo nos pênaltis e se tornou bicampeão do campeonato Paranaense 2019. Depois de devolver o placar de 1 a 0 do primeiro jogo, com gol de Matheus Rossetto, o Furacão foi para os pênaltis e o goleiro Léo brilhou. Ele defendeu as cobranças alternadas após a série de cinco pênaltis cobrados.

Cruzeiro campeão
Cruzeiro empatou com o Atlético-MG em 1 a 1, mas, com um gol de vantagem na partida de ida, foi campeão Mineiro pela 38ª vez em sua história. A partida foi na tarde de sábado. Elias marcou o gol do Cruzeiro e Fred, do Atlético.

Fran Marcon
Formada em Jornalismo pela Univali, com MBA em Gestão Editorial. fran@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com