Home Notícias Esporte CÍLIO CEDEU O EMPATE

CÍLIO CEDEU O EMPATE

Marcílio abriu o placar aos três minutos; JEC empatou aos 16

Com o Gigantão das Avenidas completamente lotado, o Marinheiro ficou no empate, em 1 a 1, com o Joinville na noite de domingo pela sétima rodada do Campeonato Catarinense da Série A.
Cerca de 5600 torcedores foram ao estádio e vibraram no começo do jogo com o gol de Juninho Tardelli. O JEC empatou em seguida com Natan Cachorrão e segurou o resultado até o apito final.
Com o empate, o Marinheiro se manteve na quarta posição na classificação, agora com 11 pontos. Na próxima rodada, o Marcílio Dias vai até Tubarão enfrentar o Hercílio Luz, às 17h de domingo.

Jogão
Embalado pelo estádio lotado, o Marinheiro partiu pra cima e abriu o placar logo aos três minutos. Após boa triangulação pela esquerda, Juninho Tardelli entrou cara a cara com o goleiro e tocou no canto para fazer o seu primeiro gol na Série A.
Mesmo em vantagem, o Marcílio Dias continuou pressionado e quase ampliou aos cinco, mas o desvio de Roni parou no goleiro Jefferson. Depois foi a vez de Anderson Ligeiro bater, da entrada da área, e tirar tinta do travessão.
A resposta do JEC veio em um contra-ataque mortal. Após roubada de bola no meio, Natan Cachorrão entrou tabelando na área e bateu sem chances para empatar a partida aos 16 minutos.
O segundo do Marinheiro quase saiu aos 31, mas a cabeçada de Magrão desviou na zaga em cima da linha e foi para fora.
O Joinville teve uma chance na sequência, em novo contra-ataque, mas Caxito bateu ao lado da trave e deu um susto na torcida marcilista.

Não ampliou
O segundo tempo começou com o Marcílio tentando pressionar, mas esbarrando na retranca armada pelo Joinville.
No único lance de perigo dos visitantes no segundo tempo, Tom e Luanderson se atrapalharam na pequena área e a bola sobrou para Natan Cachorrão, mas o meia errou a finalização.
A partir daí, só o Marcílio atacou. Roni tentou de cabeça, mas a bola passou rente a trave aos 13 minutos. Depois foi a vez do goleiro Jefferson se atrapalhar na saída de bola e Anderson Ligeiro roubar a bola, mas errar o passe pra área.
Apesar do domínio, o Marcílio tinha dificuldade em finalizar. Lauder arriscou de fora e obrigou o goleiro a fazer boa defesa. Já nos acréscimos, Wellington Mello também bateu da entrada da área para Jefferson espalmar.
Ainda sobrou tempo para Rodrigo Figueiredo, do JEC, dar uma entrada dura em Paulinho e receber o cartão vermelho.

Fran Marcon
Formada em Jornalismo pela Univali, com MBA em Gestão Editorial. fran@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com