Home Notícias Esporte Brigando pela seleção

Brigando pela seleção

Chutes potentes, agilidade e precisão. Assim como no futebol, no taewkondo o atleta precisa ter disciplina e autocontrole para vencer as batalhas no tatame. Disso a galera do Oliveira Taewkondo Clube já sabe de cor, e nesta semana eles têm grandes planos. Entre os dias 27 e 29 de março, quatro representantes da cidade vão participar do Grand Slam de Taewkondo, onde estarão profissionais de todo o país.
O principal atrativo do evento é a oportunidade de defender o Brasil nas Olímpiadas de 2016. Disputado na cidade mineira de Betim, o Grand Slam deve selecionar um lutador por categoria para entrar no tatame defendendo o Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Uma oportunidade única para os praticantes do taewkondo.
A enorme concorrência não é temida pelos lutadores de Itajaí. A Oliveira Taewkondo Clube vai participar da seletiva com quatro atletas que prometem fazer bonito em Minas. São eles: Leonardo Teixeira, 20 anos (categoria até 54 quilos); Maria Alves, 17 anos (categoria até 46 quilos); Natana Caulio, 18 anos (categoria até 73 quilos) e Cláudia Silva, 25 anos (categoria acima de 73 quilos).
Treinados pelo professor Leonir Oliveira, as promessas itajaienses sempre se destacaram em competições estaduais e regionais. Agora é a hora do Grand Slam Nacional. E eles contam com a torcida do mestre. “Nossa expectativa é classificar pelo menos um lutador para a seleção, isso já seria maravilhoso. Todos eles treinam há um bom tempo, e agora têm uma grande oportunidade de se destacarem para o cenário nacional da modalidade”, disse Lenoir.
Contando com o apoio da Lei de Incentivo ao Esporte, os atletas do Taewkondo ainda disputam o Campeonato Brasileiro, a Copa do Brasil, o Campeonato Brasileiro Interclubes e duas etapas estaduais. ”Estamos muito satisfeitos com o apoio recebido. O taewkondo dá resultados, e por isso merece bons investimentos. O esporte está sendo bem visto na região, e muitos começam a praticar depois que o conhecem. Hoje contamos com 24 atletas de rendimento, todos bolsistas e com apoio. Ao todo temos mais de 200 alunos em Itajaí, um número bem grande”, concluiu o professor Lenoir.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com