Home Notícias Esporte Avaí x Chape na final

Avaí x Chape na final

Avaí passa nos pênaltis e pega a Chape na final do Catarinão 2019Avaí sofreu para eliminar o Tigre

Os dois finalistas do campeonato Catarinense da série A foram definidos na tarde de domingo. Avaí e Chapecoense confirmaram a vantagem de jogar dentro de casa e eliminaram o Criciúma e Figueirense, respectivamente, na semifinal.
A classificação do Leão foi mais sofrida: após empate em 1 a 1 no tempo normal, o Avaí bateu o Tigre por 4 a 2 nos pênaltis. Já a Chape derrotou o Figueira por 1 a 0 no Oeste.
A grande final será disputada no próximo domingo, às 16h, também em jogo único. Por ter melhor campanha na primeira fase, o Avaí tem o direito de jogar na Ressacada, em Floripa, mas em caso de empate a disputa da taça vai para os pênaltis.

Sofrimento na Ressacada
O grande destaque da classificação avaiana foi o goleiro Lucas Frigeri, que defendeu duas cobranças de pênalti após o empate em 1 a 1 no tempo normal. O arqueiro espalmou as cobranças de Wesley e Marlon, enquanto apenas Daniel Costa e Vinícius converteram as penalidades pelo lado do Criciúma. Já o Leão foi perfeito e marcou com João Paulo, Gegê, Pedro Castro e Igor Fernandes, eliminando a necessidade da quinta cobrança pelos dois lados.
Nos 90 minutos de bola rolando o jogo foi de poucas emoções. O Avaí saiu na frente com o gol de Daniel Amorim, se antecipando ao goleiro logo aos três minutos do segundo tempo. A festa da torcida durou pouco. Dois minutos depois, foi a vez de Léo Gamalho receber cruzamento sozinho na área e só ter o trabalho de escorar para as redes empatando para o Tigre.

Gosto de vingança
No Oeste do Estado, a classificação da Chapecoense em cima do Figueirense teve gostinho de vingança. Depois de perder a final em casa em 2018 para o próprio Figueira, dessa vez foi o Verdão quem deixou a Arena Condá comemorando.
A partida teve um panorama parecido com o jogo da Ressacada, com as duas equipes mais preocupadas em não sofrer o gol do que em marcá-lo. Melhor para a Chapecoense, que conseguiu o gol da classificação aos 14 minutos do segundo tempo. Rildo cruzou da esquerda e Everaldo apareceu no meio da área para cabecear e fazer 1 a 0. O Figueira teve pouco mais de 30 minutos para buscar o empate, mas parou na defesa da Chape.

Fran Marcon
Formada em Jornalismo pela Univali, com MBA em Gestão Editorial. fran@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com