Home Notícias Entrevistão Tonino Lamborghini

Tonino Lamborghini

Empresário e designer italiano

Nome: Tonino Lamborghini
Idade: Completa 72 anos no próximo dia 13
Natural: Comuna de Centro, província de Ferrara/Itália
Estado civil: não informado
Filhos: Cinco
Formação: Ciências Políticas e Econômicas na Universidade de Bolonha
Experiências de gestão: Dirigiu as empresas do pai, Ferruccio Lamborghini e chegou a presidente da Lamborghini Oleodinamica SpA e vice-presidente e presidente da Lamborghini CALOR SpA. Em 1981 fundou a própria empresa, a “Estilo e acessórios Tonino Lamborghini”, na produção de peças refinadas como relógios e óculos, por exemplo. Também fundou as empresas “Officina Gastronômica”, com produção de alimentos, vinhos e acessórios, além da TLR Srl – Carrinho de Golfe e Town Life Spa – City Car para a fabricação dos primeiros carros pequenos da Europa a usarem motores elétricos sem impacto ambiental. A Tonino Lamborghini também atua na construção civil, produção de smartphones e uma série de outros segmentos, sempre com produtos de alto padrão de luxo.

“Eu sou muito sortudo!”. Você até não vai duvidar dessa frase que costuma sair da boca de Tonino Lamborghini. Afinal, começar uma carreira empresarial tendo como herança esse sobrenome e o dinheiro da família certamente é uma grande sorte. Mas só isso não bastaria para que o empresário italiano que ganhou o mundo com seu nome e sua marca fizessem tanto sucesso. Criatividade, ousadia e o bom gosto para desenhar peças elegantes e de fino trato também entram nessa conta. Agora, Tonino Lamborghini desembarca no Brasil. E bem pertinho da gente, em Balneário Camboriú. Ele vai assinar um empreendimento que trará para as terras tupiniquins a sensibilidade e a exclusividade dos desenhos e itens do cotidiano que fazem parte do modo de vida italiano. Nesta entrevista ao jornalista Sandro Silva, Tonino Lamborghini fala um pouco dessa iniciativa e da parceria com a construtora Embraed e também conta de onde vêm suas fontes de inspiração. A entrevista, em italiano, contou com a ajuda das tradutoras Rosimeri Laurindo e Angela Licciardi. Os cliques são de Fabrício Pitella.

DIARINHO – O Brasil tem outros grandes ícones do turismo e do mercado imobiliário de luxo. Rio de Janeiro, São Paulo e até Salvador, na Bahia, têm esse mercado forte. Por que a escolha de Balneário Camboriú para trazer ao Brasil um empreendimento da marca Lamborghini? O que pesou na escolha em favor de Balneário Camboriú?
Tonino Lamborghini – A razão de escolhermos esta cidade, Balneário Camboriú, para realizar essa nossa construção é uma coincidência. Tive a possibilidade de conhecer a grande empresa Embraed, que acolheu as minhas propostas e acolheu meu desejo de expandir no Brasil, onde já somos presentes com alguns produtos, mas ainda não tínhamos ações na área da construção civil. Sendo assim, foi um belo encontro que nos fez reconhecer imediatamente as vontades recíprocas. A região é linda, o mar é lindo, as pessoas são lindas. É uma cidade muito limpa. Não tem delinquência. Então eu achei que deveria iniciar com essa pérola que vocês possuem. Porque mais do que iniciar em uma grande cidade, é muito melhor iniciar nesta, que em italiano se diria “uma flor ou um prato refinado ao invés de um grande banquete nupcial”.

A região é linda, o mar é lindo, as pessoas são lindas. É uma cidade muito limpa. Então eu achei que deveria iniciar com essa pérola que vocês possuem”

DIARINHO – Como se deu a aproximação com a Embraed? Foi a Tonino Lamborghini que prospectou o mercado imobiliário de alto padrão? Quem procurou quem e apresentou a proposta inicial?
Tonino Lamborghini – Nós estávamos procurando, são as coincidências que acontecem. Eles também procuravam e nos encontramos. É como o amor, é difícil dizer qual foi o primeiro dos dois que iniciou. São coincidências que nos levaram a se entender imediatamente. Quando conheci a Embraed, percebi imediatamente que compartilhamos as mesmas visões, história e valores. A Embraed oferece os projetos mais emblemáticos do Brasil e, da mesma forma, nos últimos 30 anos, apresentei categorias mais icônicas de produtos e projetos para minha clientela. Além disso, com a Embraed, encontrei a mesma paixão que, desde 1981, me levou a desenvolver todos os projetos da empresa, bem como o desejo de passar de pai para filho esse conhecimento e dedicação que sempre animaram minha família. Temos certeza de que, graças a essa parceria, poderemos oferecer ao mercado brasileiro de luxo um novo estilo de vida.

DIARINHO – Além do peso do nome da marca, o que o Tonino Lamborghini Residences Balneário Camboriú trará de diferencial em relação a outros grandes empreendimentos de alto luxo que existem ou estão sendo construídos em Balneário Camboriú?

Tonino LamborghiniSerão utilizados materiais muito qualificados, cerâmica italiana, design italiano, torneiras italianas, todos da marca Lamborghini e com uma boa harmonia com o design de interiores. Algumas características que não quero revelar porque deverá ser uma surpresa, mas são caraterísticas típicas italianas com etiquetas que, não são somente de grande luxo mas também de uso cotidiano. Então, um conceito de ambiente muito italiano. Não que aqui não se faça coisas lindas. Eu vi coisas lindas. Digamos que o ambiente italiano é um pouco diferente e nós gostaríamos de trazer este estilo de vida. Uma época se reconhecia alguém pelo relógio, pela gravata, pelo sapato. Hoje é reconhecido por como e onde vive. O mundo mudou e então hoje você não escancara abertamente símbolos de status, porque hoje o símbolo de status é alguma coisa mais profunda, uma coisa que você vive para você mesmo e não para mostrar aos outros. Neste projeto, os clientes serão cercados por elementos, detalhes de design, arquitetura e humor, que farão com que se sintam parte da herança da família Lamborghini.

Todas as minhas criações são fortemente identificadas por detalhes distintos: elementos pertencentes ao mundo automotivo e mecânico”

DIARINHO – O mercado brasileiro, o público brasileiro, consumirá esse conceito de estilo de vida italiano?
Tonino Lamborghini – Acredito que sim. Já há muitos anos, no Rio de Janeiro, eu tive a oportunidade de ver algumas casas e apartamentos extremamente refinados, muito bonitos, muito delicados e muito bem acabados. E fiquei surpreso, porque, honestamente, eu não esperava aquilo. Naquele conceito tinha já um salto de qualidade avançado. Tenho certeza que se eu fui inspirado por aquelas características brasileiras… Hoje é a maior razão pela qual acredito que a clientela brasileira aceitará as minhas propostas.

DIARINHO – No final do ano passado, você lançou em Dubai um grande empreendimento imobiliário. O que o empreendimento de Balneário Camboriú traz de similar com o empreendimento de Dubai e no que será diferente?
Tonino Lamborghini – É difícil dizer quais seriam as semelhanças porque o empreendimento que estamos fazendo em Dubai é muito, muito grande! É praticamente uma cidade dentro da cidade. Existem algumas semelhanças no que se refere a design inovador, de elegância e forte italianidade, com grande reconhecimento ligado à minha marca e que podem ser até mesmo pequenos detalhes. Observe que existem lindos prédios que se tornam anônimos, lindos, mas anônimos. Se você tira a marca e coloca outra não muda nada, continua anônimo. A minha realidade pode agradar ou pode não agradar, porém é muito Tonino Lamborghini: se você tira a marca continua sendo reconhecida.

DIARINHO – Na década de 80 você fundou a “Estilo e acessórios Tonino Lamborghini”. Era um jovem na casa dos 30 anos. O que o inspirou nessa ousadia de deixar a famosa empresa da família, voltada à produção automobilística e máquinas agrícolas, para se aventurar no ramo de acessórios? De onde buscou a inspiração?
Tonino Lamborghini – Desde muito jovem sempre fui criativo. Os meus pais me deram espaço e eu tinha 16 anos quando desenhei o primeiro trator. E desenhei do ponto de vista estético, não tecnológico. Eu tinha um perfil muito estranho quando se falava de criatividade, então comecei a trabalhar na empresa do meu pai e a dirijo até hoje, porém paralelamente eu tinha uma necessidade de fazer alguma coisa toda minha. Naqueles anos, falamos de 40 anos atrás, os empreendimentos não eram tantos. Tinha muito espaço para novas propostas e quase como por brincadeira eu comecei e tenho que dizer que tive muito sucesso imediatamente porque, digo mais de uma vez, eu sou muito sortudo.

Uma época se reconhecia alguém pelo relógio, pela gravata, pelo sapato. Hoje é reconhecido por onde e como vive”

DIARINHO – O que você traz de herança do nome da família Lamborghini em seus produtos e projetos?
Tonino Lamborghini – Desde o início, em 1981, sempre tentei manter os mesmos valores de estilo e elegância fabricados na Itália, incluindo alta qualidade, luxo, melhor tecnologia e design. Todos inspirados na herança da minha família e então adaptei tudo isso ao meu campo. Todas as minhas criações são fortemente identificadas por detalhes distintos: elementos pertencentes ao mundo automotivo e mecânico. Eu sempre amei tudo o que exige trabalho mecânico, porque está relacionado ao mundo da engenharia. Por isso, o meu primeiro produto foi um relógio. Desde o início da minha empresa, muitas coisas mudaram e eu desenvolvi uma verdadeira marca de experiência no estilo de vida com uma ampla gama de produtos e projetos, mas posso dizer com orgulho que todos eles estão estritamente ligados às minhas raízes e ao meu DNA.

DIARINHO – Quando se fala em estilo italiano, se fala em clássicos e bom gosto. E isso é no automobilismo, no motociclismo, na moda e até em design de óculos, por exemplo. A marca Tonino Lamborghini assina embaixo essa característica, mas também não abre mão de produtos da tecnologia moderna e de grande demanda, como smartphones e fones de ouvido. É possível juntar bom gosto e alto padrão com esses produtos modernos e do cotidiano? Para esses produtos como smartphones e fones de ouvido há um nicho formado por consumidores exigentes? Ou você acaba competindo de igual para igual com os chineses?
Tonino Lamborghini – Não queremos competir com o mercado chinês. Eles são bons, muito bons na fabricação de um produto de nível médio/baixo e em grandes quantidades. Eu fabrico produtos muito exclusivos em quantidades muito pequenas, para um público que deseja um produto exclusivo e de grande qualidade. Produtos com conteúdo tecnológico, mas estilizados. Provavelmente muitas das minhas peças ficarão na história. Isso é uma coisa que me dá muita satisfação. Por exemplo, quando se vê que os meus primeiros relógios, feitos há 40 anos, estão no mercado de colecionadores, se entende que a satisfação é reconhecida, pois não é fácil entrar na dimensão das coleções e isso significa que o produto leva consigo alguma coisa que é apreciada para além do tempo e do espaço.

DIARINHO – Há dois anos, a Tonino Lamborghini lançou sua primeira scooter elétrica. Automóveis elétricos também estão nos projetos da empresa? E, se estão, o Brasil seria um mercado potencial para esses veículos de energia limpa?
Tonino Lamborghini – Sim, os veículos elétricos já são uma realidade. Fabrico há mais de 25 anos carrinhos elétricos seja para serviços, seja para campos de golfe, seja para a cidade. Agora estamos mais maduros. Se antes era um produto dirigido aos campos de golfe e resorts, hoje é um momento de utilizar estes veículos com impacto zero do ponto de vista da poluição e do barulho também nos centros urbanos, nas grandes cidades, nas cidades turísticas. Imagine, aqui na frente do mar, não se deveria ver passar automóveis, motocicletas etc.. Com meu filho [Ferruccio Lamborghini Neto] fabricamos scooter elétrica, produzidas na Coreia. Por que na Coreia? Porque o mercado asiático é muito mais sensível que o mercado europeu ou do que o mercado americano ao produto elétrico. Se você andar pela China, por Hong Kong, pela Coréia, em Seul, você não vê todos esses automóveis e scooters poluidores. Então, achamos interessante. Meu filho dirige diretamente essa empresa. Acreditamos que em algum momento o mercado se ampliará muito e é necessário encontrar modos de conter os custos e tornar esses produtos acessíveis para todos os bolsos.

DIARINHO – Assim como o conceito de vida italiano, você acha que o mercado brasileiro tem potencial para receber a proposta de veículos elétricos, com menos impacto ambiental?
Tonino Lamborghini – Eu acho que sim. Não vejo por qual razão não seria bem aceito. Vocês têm a natureza, as cidades são lindas, mas a poluição começa a ser excessiva. E ouvi dizer que o povo brasileiro fuma pouco e este é um sinal, um sinal de que existe uma consciência social, que está atenta a esta mudança. No meu país ainda se fuma muito e no Brasil não. Então é uma boa razão para se propor veículos com impacto zero. Eu tenho certeza. Mas foi só um exemplo esse quando falei do cigarro, para mostrar que existe esta disponibilidade para a mudança.

DIARINHO – Você pode nos contar mais sobre a Tonino Lamborghini Company?
Tonino Lamborghini – Comecei em 1981. Enquanto ajudava meu pai em seus negócios senti a necessidade de assumir algo que era inteiramente meu e diferente do mundo automotivo. Sempre fui apaixonado por moda e acessórios e, por isso, investi os recursos que tinha para criar meu próprio mundo empreendedor. Meus pontos fortes foram minhas ideias, meu ecletismo, vontade de dirigir e uma sensação de esperteza ousada. Naquela época, eu realmente admirava os estilos vencedores da Gucci [grife italiana] e Hermès [grife francesa], que desempenharam um papel importante na criação do meu negócio e de produtos com a marca Tonino Lamborghini. [E de onde veio a inspiração para os seus desenhos?] Eu me inspirei em elementos mecânicos como rolamentos, roda e suspensões. Por isso comecei com relógios. Nos últimos 38 anos, criei uma experiência de estilo de vida com uma gama de produtos de design de luxo, incluindo: relógios, óculos, smartphones, perfumes, móveis, roupas, acessórios esportivos, carrinhos de golfe e utilitários, bebidas exclusivas, hotéis boutique de 5 estrelas, projetos imobiliários reais, cafés e restaurantes. Todos os meus produtos permanecem unidos por um espírito descomprometido, por uma paixão por tudo o que é italiano e por uma forte lembrança da herança de minha família.

DIARINHO – Seu pai fundou a famosa marca de carros e tratores Lamborghini. Você ousou e fundou a “Estilo e Acessórios Tonino Lamborghini”. Essa veia empreendedora continua na família?
Tonino Lamborghini – Em 2016 meu primeiro filho Ferruccio ingressou na empresa como vice-presidente e CEO. De seu famoso avô, Ferruccio herdou não apenas o nome, mas também a paixão pela velocidade: ele é um campeão de motociclismo no Campeonato Italiano de Velocidade. O futuro? O DNA da Lamborghini passa de geração em geração, muitas novidades e projetos serão lançados em breve.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com