Home Notícias Economia Saindo do forno: power cruise Diavel

Saindo do forno: power cruise Diavel

Agência AutoMotrix

Já começaram a sair das linhas de montagem da Ducati na cidade de Borgo Panigale, na região da Bologna, no norte da Itália, a nova geração da power cruiser Diavel. A nova Diavel 1260 estará nas concessionárias europeias em meados deste mês. A principal novidade é a adoção do motor L2 de 1.262 cm³ com comando de válvulas variável, mas a Diavel 1260 também recebeu melhorias na parte eletrônica e no chassi. O design passou por um discreto facelift e, segundo a marca, o conforto foi aprimorado.
Serão duas versões para a Diavel 1260: a standard e a ‘S’, mais esportiva, que ganha itens como suspensão Öhlins, rodas exclusivas, um sistema de freios topo de linha e quickshifter bidirecional, que permite reduzir ou subir marchas sem o uso da embreagem.
No Brasil, a nova Diavel 1260 deve chegar apenas em 2020.

Lá vem ela
Apresentada durante o Salão Duas Rodas de 2017, nova Dafra Apache 200 está confirmada para chegar nas lojas na primeira quinzena de abril. A pequena moto de 200 cilindradas com estilo premium, lançada pela a Índia em janeiro de 2016, havia sido prevista para estrear no Brasil no primeiro semestre de 2018, o que acabou não ocorrendo. A Apache RTR 200 2019 chegará como uma opção de Street para um nicho bem específico explorado pela marca, o de 200 cc. A moto é produzida em parceria com a montadora indiana TVS. No mercado indiano, a Apache 200 conta com o novo motor monocilíndrico de 197,7 cc e quatro válvulas, com injeção eletrônica, capaz de gerar a potência máxima de 21 cavalos a 8.500 rpm e torque de 1,85 kgfm aos 6.500 giros.

Personalizadas de fábrica
A Triumph apresentou em sua sede, na Inglaterra, a divisão TFC – Triumph Factory Custom. A nova divisão será responsável por produzir modelos especialmente preparados, que serão oferecidos em edições limitadas para os motociclistas que procuram desempenho, tecnologia e, acima de tudo, exclusividade. Para marcar o início das atividades da nova divisão, a marca inglesa revelou a Thuxton TFC, versão da Thuxton clássica com uma bolha aerodinâmica. O modelo de edição limitada recebe um motor de 1.200 cc com dois cilindros paralelos, com potência máxima avaliada em 108 cavalos. Em maio, será apresentada a versão definitiva da Rocket TFC, que deve vir com um motor tricilíndrico de 2.500 cm³.

Fúria italiana
Os números de vendas de 2018 trouxeram boas notícias para a Ducati. Foram comercializadas 53.004 motos da marca em todo o mundo. A família Panigale foi a mais vendida entre as superesportivas – terminou o ano com uma fatia de mercado de 26% no segmento. O destaque fica por conta da Panigale V4, que após ser apresentada em 2017 no EICMA, o Salão de Milão, chegou ao mercado no ano passado. Segundo a Ducati, a nova moto contabilizou 6.100 unidades vendidas mundialmente.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com