Home Notícias Quentinhas Verão é temporada de viroses e infecções

Verão é temporada de viroses e infecções

O forte calor do verão pode causar danos à saúde e melar o passeio à praia de toda a família. E não se engane: os riscos de pegar alguma infecção não vêm apenas de alimentos mal conservados. Um contato com pontos impróprios para banho nas praias e higiene deficiente também podem provocar malefícios, de acordo com o médico Everson Fernando Malutta, professor do curso de Medicina da Univali.
De acordo com o médico, os mais novos e o pessoal da terceira idade necessitam ter mais atenção quanto aos problemas das infecções. “Eles têm a imunidade mais baixa, portanto, estão mais sujeitos a se infectarem do que os adultos”, afirma.
Quem sentir febre, diarreia, vômitos e náuseas, precisa ficar atento. Estes sintomas são típicos de infecções gastrointestinais e há diferentes níveis. “Se os sintomas não forem tão agudos, um simples soro caseiro pode ser suficiente. Se a diarreia vier acompanhada com sangue, manchas na pele ou olhos menos lacrimejados, é necessário procurar ajuda médica”, avisa.

Filho pegou infecção
O turista gaúcho Rômulo Gustavo Müller, 39 anos, esteve ontem com a família na praia de Cabeçudas, em Itajaí. Ele conta que o filho Gustavo, 14, já sofreu na pele o mal-estar de uma infecção. “Há três dias ele ficou mal e só agora tá se recuperando. Acreditamos que a virose foi contraída em Bombinhas, mas não temos certeza”, comenta.

Como escapar do mal estar
O coliformes fecais (bactérias do cocô) na água da praia, por vezes são os grandes vilãos das infecções. Por isso, Maria Alice dos Santos, esposa de Rômulo, adota um procedimento sempre antes de ir se refrescar no mar. “Eu pesquiso na internet os pontos próprios para banho, não gosto de arriscar e expor a minha família”, conta a mãe.
As análises de qualidade da água podem ser conferidas no site da Fundação do Meio Ambiente de Santa Catarina (Fatma), no endereço fatma.sc.gov.br.
O soro caseiro é bem de boa pra fazer. Basta misturar um litro de água, uma colher de chá rasa de sal e duas colheres de sopa de açúcar, ensina o médico Segundo Everson Fernando. A poção pode ser tomada a cada meia hora.
Há aqueles banhistas que optam por levar os alimentos já preparados de casa e também têm aqueles que preferem consumir em restaurantes perto do mar. Para os que levam comidas prontas, o médico indica verificar se o que vão comer está fresco e não ficou fora da geladeira por muito tempo. Já para aqueles que comem em restaurantes, o doutor aconselha que escolham alimentos bem cozidos.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com