Home Notícias Quentinhas Suspeito de esfaquear taxista é investigado por outros crimes

Suspeito de esfaquear taxista é investigado por outros crimes

Djonatão de Jesus, 19 anos, suspeito de ter esfaqueado o taxista José Pereira dos Santos, 52, em Piçarras na noite de segunda, é investigado por outros crimes. Segundo a polícia Civil, ele é o único integrante da quadrilha que sobreviveu a um confronto com a polícia Militar em março desse ano. Na ocasião cinco jovens, comparsas de Jesus, morreram fuzilados pelos fardados.

Versões diferentes
Além de Djonatão, Tainara Andrade, 19, e outros três menores foram guentados pelo assalto a Santos. O trio de dimenores dá a mesma versão pro assalto e tentativa de homicídio. Eles dizem que foi Tainara quem deu a ideia de meter um assalto ao motorista da praça, já que ele tinha muito dinheiro. Eles também afirmam que foi Djonatão quem meteu as facadas no taxista. A arma usada foi encontrada na casa de Jesus. Mesmo assim ele nega que tenha esfaqueado o José. Já Tainara deu outra versão. Ela soltou que o taxista tentou estuprá-la e, por isso, foi esfaqueado pelos amigos. “Mas esses depoimentos são contraditórios e não condizem com o que as provas revelam”, comenta o delegado que investiga o caso, Wilson Masson.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com