Home Notícias Quentinhas Seis atrações no último dia da Marejada

Seis atrações no último dia da Marejada

Festerê vai das 11 da manhã até a uma da madruga de quarta-feira

Quem não sabe o que fazer no feriado tem a última chance para aproveitar as atrações da 30ª edição da Marejada, em Itajaí. Hoje, o evento abre a partir das 11h e segue até uma hora da madruga, com shows musicais, gastronomia, feira, espaço para a criançada, entre outras atividades.
A secretária de Turismo de Itajaí, Valdete Orci, afirma que a expectativa é que o último dia seja movimentado. “É uma boa pedida para quem quiser almoçar ao som da boa música”, convida. A Marejada 2016 acontece na Vila da Regata e no Centreventos do município.
Ficou na dúvida? O DIARINHO separou seis dicas que valem a pena conferir na festa.

Gastronomia típica
Além de música boa, quem for à festa hoje tem uma ampla variedade de pratos para degustar, desde frutos do mar até pizzas, batata frita, hambúrgueres e doces portugueses. Porém, a estrela da Marejada continua sendo a sardinha na brasa, vendida a R$ 10 a porção com cinco unidades.
Patrícia Soares Kruger, 32 anos, conta que sua família participa da Marejada desde a primeira edição, preparando a famosa sardinha. Na barraca dela, o peixe é temperado com sal e pimenta e vai para grelha congelado. “Assim a sardinha fica mais suculenta”, garante. Da grelha, o pescado mais querido de Itajaí vai direto para o prato do cliente acompanhado de farofa e limão.
Também tem outros pratos que são sucesso na festa, como a paella da chef Sandra Mara Zen, 47.
Ela participa do evento há mais de 20 anos e diz que não gosta de ficar de fora. “Uma vez eu não participei e fiquei cinco dias de luto. Eu tenho paixão pela Marejada”, conta a chef, que é especialista em paella. O prato é vendido por R$ 30 a porção.
Para acompanhar essas delícias, o visitante ainda pode consumir chopes artesanais das marcas Germânia, Itajahy, Zehn e Heineken.

Grafite homenageia artistas
A 30ª edição da Marejada também foi palco de uma homenagem ao grafiteiro Luís Berejuk a alguns artistas que de alguma forma sempre participaram do evento e cujas obras permanecem vivas mesmo após a morte. Um painel ao lado da saída do Centreventos retrata as imagens do músico Carlinhos Niehues, do agitador cultural Toni Cunha, do cineasta Beto Bocchino, do poeta e artistas plástico Mauro Caelum e do poeta Bento Nascimento, todos de Itajaí.

Shows musicais
Os artistas locais são a principal atração desta edição da Marejada e mostram toda diversidade cultural da região. Neste feriado, os amantes da cultura portuguesa podem voltar às raízes com a apresentação da fadista Célia Pedro, das 14h30 às 16h30, no Palco 1. Nome tradicional na festa, Célia canta um repertório de fados – gênero musical muito popular em Portugal.
Além da artista, o feriado também terá apresentações de dança do Studio de Dança Kdance, das 11h às 11h45, no Palco 1, e da Companhia de Danças Millenium, das 11h15 às 12h, no Palco 2. O Grupo de Flamenco Michele Chaves completa o rol de espetáculos, das 18h15 às 18h45, no Palco 2.

Planetário
Outra atração tradicional da Marejada e que está presente nesta edição é o planetário. Hoje o espaço abre das 11h30 às 00h com filmes de meia em meia hora. O local, que é um dos mais movimentados da festa, abriga um cinema 3D com três opções de filmes: “Filhos do Sol”, “Palco Celeste” e “Da Terra para o Universo”. Cada sessão dura 15 minutos e é gratuita para crianças e adultos.

Feirinha tem de tudo
O pavilhão do Centreventos abriga nesta Marejada uma feira com cerca de 60 expositores. A Expo Itajaí reúne diversos segmentos, como móveis, barcos, moda, feira náutica, exposições de artistas plásticos de Itajaí, artesanatos e muito mais.
No primeiro andar, ficam ainda 29 expositores que integram a 23ª Festa Cultural Açoriana de Santa Catarina (AÇOR). Ali é possível encontrar alimentos típicos, brinquedos e diversos tipos de artesanatos, como bonecas de pano e peças sustentáveis. A artesã e designer Alessandra Rocha, 45 anos, veio de Tijucas para expor Para ela, a festa está sendo muito boa, com um resgate importante da cultura açoriana.
O terapeuta olístico Hermínio Marcelo, 41, também levou para o espaço seus aromatizantes, pedras e outras peças para venda. Segundo ele, cada essência tem um objetivo e é indicada conforme o objetivo do cliente.
Além das exposições, dentro do Centreventos tem um bar para a venda de cerveja e chope e um restaurante que oferece ostra gratinada e peixes. Também tem espaço para as crianças e a área pet, onde cãezinhos estarão à venda e para doação. Neste ano, o pavilhão conta ainda com palco para apresentações musicais.

Espaço para criançada
A festa está recheada de atrações para os pequenos. No estande montado pelo Sesc, as crianças e os pais podem se divertir com mesas de pebolim, jogos e espaço para recreação. Outra opção é o contêiner cultural da APM Terminal, que hoje terá recreação infantil (pintura do rosto e balões) às 11h, apresentação da Nova Cia de Teatro com perna de pau às 12h, Grupo Risco de Teatro com narração de histórias a partir das 15h, além de uma interferência teatral, às 17h, com a Cia de teatro Ilustríssimos Senhores, e uma intervenção de palhaços, às 18h, com o grupo Pai-Aços.
Outro espaço bacana é o projeto PoliOlímpico que leva a prática de esportes para as crianças durante a Marejada. “Acho que a festa está bem família e eu adorei esse espaço para as crianças, não me lembro de ter um local tão bacana nos outros anos”, conta a dona de casa Daiane Fernandes, 30, que trouxe os três filhos para curtir.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com