Ratalhada

Nunca na história… a cidade vivia a realidade desta foto. Somam-se sacos e sacos de lixos colocados nas calçadas da Brasil no período da tarde, ambulantes em profusão, ônibus de excursão a qualquer hora do dia sufocando a já congestionada Brasil. Enfim, a cidade está nivelada por baixo.

Chamou minha atenção a notícia da reclamação de turistas sobre a quantidade de ratos, tipo ratazanas, na praia central de BC. Eu, particularmente, já vi e não me surpreendo com a manipulação de alimentos que acontece na praia. É milho, é churros, são migalhas de comida caindo pelas frestas dos tais deques; tudo conspira a favor da invasão dos ratos.

Cidade cheia
Todos estão felizes: hoteleiros, comerciantes, secretário, mas vamos combinar, o dinheiro é tudo? Este é o modelo de turismo ideal para a cidade? Então tá.

Agradar na Europa
Aí o secretário de Turismo anuncia que estão seguindo para Portugal para divulgar a cidade. Disse que querem conquistar o mercado europeu e que Portugal é a porta da entrada. Será que ele acha que os europeus sairão maravilhados com BC do jeito que está? Menos secretário, menos…

Onde há fumaça…
… há fogo. Semana passada surgiu a informação de que Pirica e Pavan estariam costurando a candidatura de Fábio Flôr a prefeito nas próximas eleições. O primeiro passo seria nomeá-lo secretário de Planejamento da prefa. É fato que o prefeito ERD está querendo investir suas fichas (cada vez mais desvalorizadas) no nome de Flôr. A informação de Flôr na secretaria de Planejamento é verdadeira, o resto é molho.

Engenharia
Para Flôr ser nomeado, o prefeito teria que convencer Marcelo Achutti de assumir a Câmara. Desafeto de Flôr (os dois são do mesmo partido), Achutti terá que engolir sapo e assumir a cadeira da Câmara. Política é a arte de engolir sapos.

Como fica?
Acontece que Flôr não teve o apoio de Pirica na sua candidatura a deputado. Apoiou Cláudio Dalvesco (que fim levou o bom véinho?) e deixou Flôr sozinho na espinhosa estrada da eleição. Muita gente que votou em Flôr, o fez porque sentiu a desvinculação do candidato a imagem do prefeito. Fabinho não tem jeito. Tem velas acesas e não é capaz de assoprar nenhuma delas. E assim a imagem do vereador vai esfarelando a cada decisão bizarra tomada.

Rejeição
Talvez o prefeito ERD tenha decidido por Flôr depois que Nilson Probst declarou ser candidato a prefeito em entrevista a um hebdomadário regional. Não pelo fato de se declarar, mas por ter visto nas redes sociais a repercussão de tal anúncio. Taxa de rejeição quase de 100%!!!

Coincidência
Lembra da licitação da Emasa para contratar caminhões pipas que publiquei aqui no fechamento do ano passado? Pois bem. Coincidência ou não, a empresa vencedora é a mesma que Ney Clivatti, ex-boss da Emasa, havia me falado que estava prestando serviço.

Pois é…
… a catástrofe anunciada acabou não se consumando. A contratada pela Emasa receberá do mesmo jeito e as demais que estavam crentes que faturariam rios de dinheiro com a desgraça dos outros? Se f…

Água em Camboriú
Dúvida que me atormenta. Camboriú não é uma cidade turística. Não há estatística que comprove qual o incremento populacional da Vila (ai, ai, ai…) na temporada de verão. Então, porque falta tanta água por lá? Ano passado não aconteceu. Falta de estrutura? Ou tem algo a mais neste angu azedo?

Sobre Charlie Hebdo
“A Máfia não teme autores, e sim, leitores”. A frase é do jornalista italiano Roberto Saviano, também jurado de morte, que cabe justamente para compreender um pouco essa loucura terrorista que vitimou os jornalistas franceses.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com