Home Notícias Quentinhas Professora de Camboriú é acusada de matar industrial

Professora de Camboriú é acusada de matar industrial

Sandra sentará no banco dos réus pelo assassinato do empresário Chico Wehmuth

A professora da rede municipal de ensino de Camboriú, Sandra Maria Bernardes, vai enfrentar um júri popular pelo assassinato do ex-marido, o empresário brusquense Amilcar Arnoldo Wehmuth, o Chico Wehmuth, um dos donos da da Indústria Quimisa.
Sandra é acusada de ter envenenado o ex-marido com chumbinho, em junho de 2014. A data do julgamento ainda não foi marcada.
Entre as considerações do juiz Edemar Leopoldo Schlosser na decisão que manda a mulher a juri, ele fala dos índicios de que Sandra tava interessada numa herança.
A acusada seria beneficiária de uma apólice de seguro do ex-companheiro. “Ela acreditava que seria beneficiária na previdência privada, aposentadoria, seguros de vida e inventário da vítima”, explicou o juiz.
Sandra foi a última pessoa a estar com Chico antes de ele ser hospitalizado por envenenamento. Ele se recuperava de uma cirurgia, quando ela se ofereceu pra cuidar dele. Aproveitou a chance, e envenenou o ex-marido.

Chumbinho
O empresário morreu no dia 29 de junho de 2014. O laudo do Instituto Geral de Pericia (IGP) confirmou a morte por ingestão de chumbinho e a investigação da polícia Civil descartou a hipótese de suicídio.
As imagens do circuito de segurança da casa do empresário mostraram que Sandra foi a única pessoa a estar com Chico antes de ele ser envenenado.
A acusada está morando em Balneário Camboriú, é funcionária pública da prefeitura de Camboriú e está lotada como administradora escolar.
O DIARINHO tentou conversar com Sandra, mas segundo a prefa, ela está licenciada do cargo por motivos médicos.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com