Home Notícias Quentinhas Povão faz protesto por segurança em Itapema

Povão faz protesto por segurança em Itapema

Bairro Ilhota sofreu nove roubos em uma semana

Nove assaltos em sete dias. Esta é a causa que movimentou cerca de 100 moradores do bairro Ilhota, em Itapema, pra protestar contra o medo e a insegurança. A passeata aconteceu no sábado à tarde, na frente da panificadora Tentativa, palco de um assalto na quinta-feira passada. Dali partiram até a entrada da BR-101. Eles caminharam por quase uma hora pedindo mais segurança. O bairro, que tinha fama de ser pacato e onde a comunidade costuma se conhecer pelo nome, enfrenta uma onda de assaltos.
Rubia Padilha, 38 anos, moradora do bairro desde os dois anos de idade, participou do protesto. “Minha filha trabalha em um salão de beleza onde deu até tiro durante um assalto, isso em plena luz do dia. Nunca vi uma onda de insegurança tão grande”, afirma.
Um dos assaltos que deixaram os moradores de Ilhota de cabelo em pé rolou em uma lanchonete, onde os donos foram amarrados enquanto os bandidos faziam a limpa. Além de lojas, casas de famílias também estão sendo invadidas. Em um condomínio fechado, os bandidos entraram junto com um visitante, invadiram a casa de um morador e roubaram o carro. Em outra casa, furtaram o carro e um celular enquanto a família dormia.
O tenente da polícia Militar de Itapema, Israel Nascimento Damázio, informa que ficou sabendo das manifestações através da imprensa. “Foi quando notei que a manifestação estava tomando vulto”, afirma. A PM esteve presente no protesto e ajudou a organizar o trânsito enquanto os manifestantes pediam por segurança.
O tenente Israel acha justo o protesto, mas preferia que a comunidade tivesse procurado a PM antes de ir às ruas. “Não recebi nenhuma reclamação sobre o medo dos moradores. Estamos com as portas abertas para dialogar com a comunidade. O que está acontecendo em Ilhota é fora do normal”, opina.
Ele acrescenta que a região pode estar sendo mais visitada pelos bandidos pela facilidade de fuga para as cidades vizinhas de Balneário Camboriú e Camboriú.

Câmeras e PMs
Durante o protesto, o povão pediu mais câmeras de monitoramento pelo bairro e mais policiais. “Não temos poder para bater na porta do governador e pedir para que olhe por nós. É pra isso que elegemos os vereadores e prefeitos. Eles precisam fazer algo”, opina Rubia.
A moradora informa que haverá nova manifestação amanhã, às 19h, na câmara de vereadores. Outro protesto está marcado para a quinta-feira, no mesmo horário, na associação de moradores do bairro, onde ocorrerá uma reunião dos vereadores com o tenente Israel. “Independente do que for acordado ou prometido, na quinta terá um buzinaço. Queremos alertar os vizinhos que estamos mobilizados e não aceitaremos viver em meio a tanta insegurança”, completa.
A tática servirá para afugentar a bndidagem do bairro. “Os ladrões podem ser gente daqui. Ou moram aqui ou estão recebendo informações de quem mora no bairro”, palpita a moradora. O tenente Israel reforça que Itapema não é lugar de grandes crimes e reclama que o efetivo está pequeno. “Os moradores precisam entender que não tem como trazer mais policiais já. Vamos estudar a melhor maneira de estabelecer a segurança novamente em Ilhota”, promete Israel.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com