Home Notícias Quentinhas Povão cabreiro com os entulhos da fábrica de papel

Povão cabreiro com os entulhos da fábrica de papel

Prefeitura diz que não há perigo, mas vizinhança teme mosquito da dengue

Os entulhos que restaram da antiga fábrica de papel, demolida em agosto de 2014, continuam no local e assustam o povão. Os vizinhos da Barra do Rio, em Itajaí, acreditam que a área possa estar servindo como um paraíso para o mosquito da dengue. A coordenadoria do Programa da Dengue tranquiliza os moradores e afirma que, apesar do aspecto feioso, o espaço não oferece riscos.
Entulhos, tijolos, ferros, esquadrias, tudo demolido e jogado de qualquer jeito, sem cobertura. Apesar da aparência assustadora, o coordenador do Programa de Combate à Dengue, Lucio Vieira, garante que o local tá livre do mosquito da dengue.
A última visita feita pelos agentes de fiscalização foi no dia 25 de novembro. “O risco de dengue é mínimo porque não há como reservar água no entulho. O local foi considerado fora dos pontos de risco da cidade”, afirmou.
Lucio informou que os restos da fábrica são vistoriados a cada dois meses. A próxima visita está marcada para acontecer ainda este mês.
Lucio destaca que a secretaria de Saúde tem recebido “muitos relatos exagerados”. “O pessoal anda com medo que poças de água na rua possam se tornar um criadouro do mosquito da dengue, mas devemos lembrar que a fêmea do mosquito é seletiva e se reproduz em água parada, limpa”, concluiu. AA n

Demoliram e abandonaram
A área que pertencia a antiga fábrica de papel é de propriedade do Grupo Ipê Pescados. O prédio, que era considerado histórico, desapareceu do mapa em agosto de 2014. A demolição rolou num final de semana, mesmo sem autorização da prefeitura.
De acordo com a secretaria de Urbanismo, não há nenhum projeto de construção para o local.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com