Home Notícias Quentinhas Polícia resgata cavalo que tava há três dias atolado

Polícia resgata cavalo que tava há três dias atolado

Dono viu que ia ser enquadrado pela PM por maus tratos e se mandou do local

Está para adoção em Itapema um cavalo que foi resgatado na tarde de quinta-feira em um terreno no bairro Morretes, em Itapema. O bicho, bem machucado, estava preso num atoleiro há pelo menos três dias, contaram moradores à equipe do Grupo de Operações e Resgate (GOR). O dono do animal, ao ver que a coisa ia ficar feia pro lado dele, fugiu.
O pessoal foi chamado pela comunidade para tirar o animal da lama. No momento do resgate, o dono do bicho, que seria carroceiro de material reciclável, chegou.
Ele estava bastante alterado e ameaçando os voluntários do grupo e moradores da vizinhança. A polícia Militar foi chamada e, quando o cara soube que a viatura estava a caminho, fugiu e não deu mais as caras.
O cavalo foi apreendido pelo GOR. Ele receberá tratado e ficaria disponível para adoção
Crime
O dono do cavalo poderá responder por crime ambiental de abandono e maus-tratos a animais, previsto no artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais (9.605/1998).
O enquadramento também pode rolar pelo artigo 164 do Código Penal, que prevê crime de abandono de animais para quem largar os bichos em terrenos sem o consentimento do dono.
Pelo artigo 32, a pena prevista é de três meses a um ano de detenção e multa, enquanto pelo artigo 164, a punição vai de 15 dias a seis meses de prisão.
Pela lei de Crimes Ambientais são considerados maus-tratos manter o animal preso por muito tempo sem comida, deixar o bicho em lugar impróprio, agredir ou mutilar fisicamente, usar animais em shows que possam provocar sofrimento aos bichos e deixar de procurar atendimento veterinário caso o animal esteja doente.
As punições valem para animais domésticos ou domesticados, como cães, gatos, pássaros, cavalos usados em transporte, bichos que vivem em fazendas e animais silvestres, que ainda são protegidos por leis próprias do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama).

O que é o grupo de Operações e Resgate?
O grupo é formado por voluntários e foi fundado em maio. Eles realizam trabalhos em diversas áreas, como apoio à Defesa Civil em ações de prevenção e em casos de desastres naturais, resgate e acolhimento de pessoas, proteção ao meio ambiente, resgate em áreas de mata e apoio aos bombeiros. O grupo tem um perfil no Facebook, www.facebook.com/goritapema.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com