Home Notícias Quentinhas Polícia já tem imagens do crime que tirou a vida de universitário

Polícia já tem imagens do crime que tirou a vida de universitário

O percurso feito por motoqueiros que atacaram estudante foi identificado

A polícia Civil de Itajaí já conseguiu as imagens das câmeras de monitoramento de todo o trajeto feito pelos motoqueiros que executaram o estudante universitário Victor de Novais Barbaresco num assalto na madrugada de sábado.
Os policiais da divisão de Investigação Criminal (DIC) trabalham agora para identificar as motos e chegar até os autores do bárbaro crime que tirou a vida do universitário.
Segundo o delegado Weydson da Silva, todas as testemunhas já foram interrogadas e a polícia.
Ontem, os policiais terminaram de colher as imagens das câmeras de monitoramento dos comércios próximos a rua Otávio Cesário Pereira, bairro São Vicente – palco da tragédia.
“Coletamos as últimas imagens hoje [ontem] do trajeto feito pelos criminosos”, informou Weydson. Com base nas imagens, a polícia vai chegar até as placas das motos e aos donos delas. O delegado acredita que o crime não foi planejado.
Segundo informações das testemunhas, no sábado Victor saiu com três amigas. Na volta para casa, ele dirigia o Peugeot, placa MKZ 5808.
Primeiro ele deixou duas meninas e, quando aconteceu a tragédia, ele estava indo levar a terceira. Por volta das 4h30, eles estavam na rua do São Vicente quando os motoqueiros chegaram.
O carona de uma das motos apontou a arma para Victor. “Ele se assustou e tocou o carro para cima dos assaltantes. E derrubou os dois, só que quando ele acelerou sofreu o acidente e bateu no muro”, conta.

Não conseguiu sair
Victor ficou trancado entre o carro e a cerca da casa e não conseguiu fugir. A amiga saiu correndo pela rua.
Nesse meio tempo, os dois caras tiraram ele de carro, bateram nele e o mataram a tiros. Antes de ir embora, eles roubaram o celular da amiga de Victor, que tava no banco do carona.
Se alguém tiver informações sobre os assassinos, pode fazer uma denúncia anônima para a DIC, no disque-denúncia 181, no telefone da divisão, o (47) 3398-6276 ou no e-mail itajai.dic@gmail.com.
Victor foi enterrado no domingo, às 16h, no bairro Espinheiros. Ele trabalhava no Grupo Cantu, na rodovia Antônio Heil, e cursava o 3º período de Comércio Exterior na Univali.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com