Home Notícias Quentinhas Obra do Semasa breca rótula do Vanoli e complica trânsito no final de semana

Obra do Semasa breca rótula do Vanoli e complica trânsito no final de semana

Por causa das obras de implantação da rede coletora de esgoto do Semasa, o trânsito vai ficar virado num alho neste finde na rotatória do Vanoli, no bairro São Vicente. O local vai ser totalmente interditado. A obra só será adiada caso chova forte.
O trampo é pra ligar a rede coletora de esgoto que vem da rua Silva até à estação de tratamento na rua Otto Hoier, no São Viça. No sábado o serviço começa às 13h e termina às 18h, e no domingo o trampo começa às 7h e vai até a hora que tudo ficar pronto.
Por causa da brecada na rótula, os motoras só vão ter acesso ao bairro São Vicente pela ponte da rua Pedro Rangel, ao lado do parque Ecológico Alessandro Weiss. Se vier pela rua Silva, o cara da boleia deve virar pra direita na rotatória do Vanoli e pegar a rua José Pereira Liberato até o São João.
Já quem for do centro pro São Judas deve virar direto na rua Indaial. Quem estiver na rua José Pereira Libertado, vindo do São João, vai ser obrigado a virar à esquerda na rua Luiz Bonifácio Pinto, que fica antes da rotatória. Quem estiver vindo pelo lado oposto deverá seguir em frente, tendo acesso ao bairro São Vicente pela rua Pedro Rangel.
No domingo o trânsito continuará virado num alho, mas rolam algumas alterações de pistas interditadas. Ninguém terá acesso à rotatória e os motoras serão orientados a desviar pela rua Indaial, no cruzamento com Heitor Liberato, mais conhecida por rua Silva. Quem vier pela rua José Pereira Libertado, sentido bairros São Vicente e São João, vai ser obrigado a virar à direita na rua Carolina Vailatti, em direção ao centro.

Obra no centro também atrapalha
Bem no centrão peixeiro, o trânsito na rua Cônego Tomaz Fontes também tá caótico. “Tá uma desgraça, horário de pico mesmo, ao meio-dia e às seis da tarde, ninguém consegue passar. É um inferno”, lasca o motorista de buso da Coletivo, Onildo Aparecido dos Santos, 43 anos. O motivo é a interdição de uma das pistas da rua Silva, onde tá sendo realizada uma obra de macrodrenagem.
De acordo com o secretário de Obras da city peixeira, Tarcizio Zanelato, o serviço rola até 15 de novembro e vai resolver os problemas de alagamentos no centro. “É uma galeria dupla que vai desde a Marcos Konder até o rio”, explica. De acordo com o bagrão, a nova galeria vai funcionar como canal extravasor do ribeirão da Caetana, que recebe água da chuva da rua Uruguai, da Brusque e de toda a Contorno Sul.
“Tá meio complicado, mas é pra melhorar futuramente. Então eu acho que, por um tempo, a gente tem que aceitar”, pondera a advogada aposentada Ivonir Ribeiro Falquenback, 64.
O trampo faz parte de uma série de obras de drenagens que custam quase R$ 14 milhões, pagos com grana do ministério das Cidades. Quando a garibada na rua Silva terminar, outra importante via peixeira vai ser interditada pra mais obras de drenagem: a rua Brusque. O serviço vai ser realizado bem no período da temporada. “Mas escolhemos assim porque ali a temporada não influencia tanto, vamos fazer justamente no período das férias escolares, porque ali o problema é o fluxo maior por causa das aulas”, explica o secretário.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com