Home Notícias Quentinhas Morre no hospital bebê espancado por pai adotivo

Morre no hospital bebê espancado por pai adotivo

Um ano e meio após ser espancado pelo pai adotivo, o pequeno Victor Gabriel de Souza Lins, de apenas dois aninhos, morreu na unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do hospital Pequeno Anjo, em Itajaí. Ele ficou cego, surdo e mudo depois que o padrasto Vanderlei Lins, 30 anos, jogou o anjinho na parede durante uma briga com a esposa e mãe do bebê, Viviane Costa, 21, na city peixeira. O menino tava internado em estado vegetativo. A causa da morte foi por complicações pulmonares. A morte foi informada às 11h18 de sábado.

A mãe do pequeno sumiu do mapa depois de internar o menino no Pequeno Anjo, com a desculpa de que ele tinha caído da escada. Depois da agressão ao anjinho, Vanderlei foi preso, acusado de tentativa de homicídio. Mas, por enquanto, não há informações se ele ainda tá enjaulado. 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com