Home Notícias Quentinhas Menina sumiu no caminho da escola João Goulart

Menina sumiu no caminho da escola João Goulart

Sara Nunes, 15 anos, ia entregar um atestado médico, pois faltou a aula por causa de cirurgia, mas desapareceu

Na terça-feira passada, a estudante Sara Mafra Nunes, 15 anos, saiu de casa, no centro de Balneário Camboriú. Iria levar um atestado médico até o colégio João Goulart.
Mas algo aconteceu no meio do caminho. Sara não chegou à escola e não voltou pra casa. Desde então, conta Margarida, a mãe adotiva, a menina está desaparecida.
A família está desesperada. “Eu nem sei mais o que pensar. No começo pensei que tivesse ido com alguma amiga pra casa, ficou até tarde e aí ela ficou com vergonha de voltar. Mas agora”, diz Margarida que junto com o marido, dois filhos e uma nora tá batendo perna na estrada desde pra tentar localizar a filha. “Todos os dias saímos para procurar; dia e noite”, afirma.
Sara saiu de casa perto das 13 horas, conta a mãe. Ela fez recentemente uma cirurgia num rim e tava usando um tipo de cateter. Por isso, caminha devagar. Iria levar o atestado médico por não poder estar presente nas aulas. Hoje, seria o dia de retirar o cateter.
Margarida esteve na escola e lá, garantiram, a menina não apareceu. Alguém até teria dito que a viu por lá, conversando sobre a cirurgia que havia feito, mas depois não confirmou mais a história e disse se tratar de um engano. Como o celular de Sara tava sem o chip, a família sequer pode ligar para ela. “Polícia, conselho Tutelar, já tá todo mundo avisado”, ressalta a mãe.
Para Margarida não havia motivos pra filha desaparecer. “Se ela tivesse emburrada ou alguma coisa assim, eu até tava mais tranquila, porque aí sabia que tinha um motivo. Mas não tem”, desabafa. E completa: “Ela tá operada, não ia pra fazer nada errado. Não usa droga, não bebe, não é de sair de noite. Ela tem 15 anos só”.
De acordo com Margarida, somente uma vez Sara saiu sem avisar. Foi até a casa de uma irmã em Camboriú, junto com uma coleguinha, e como não havia ninguém na residência ficou esperando que alguém aparecesse. “Mas nunca dormiu fora de casa”, emenda.
Sara é baixinha. Tem menos de 1,5 metro de altura. Segundo a mãe, é bem magrinha, tem cabelos escuros e olhos negros. Quando saiu de casa, usava uma regata preta e uma calça jeans desbotada. Calçava chinelos na cor rosa.
Quem tiver notícias da menina ou achar que a tenha visto por aí, pode informar à família. Os telefones de contato são: 9-9931-0921, 9-9959-1103 e 9-9686-6411.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com