Home Notícias Quentinhas Ladrões levam fiação elétrica de colégio da Vila

Ladrões levam fiação elétrica de colégio da Vila

Colégio tás às escura; governo do estado vai fazer reparo de emergência

Os 600 alunos da escola básica Francisco de Paula Seara, na rua José Eugênio Muller, na Vila Operária, em Itajaí, vão encontrar a escola sem energia elétrica na quarta-feira, quando voltarem às aulas.
Vândalos furtaram toda a fiação no final de semana. Na semana passada, eles já tinham invadido a escola por duas vezes.
Não há energia para ligar os computadores, o ar condicionado, ventiladores e nem para fazer a merenda. A diretora Rosiléia Moraes Salvador contou à imprensa que esse é o terceiro furto desde a semana passada.
Na madrugada de quarta-feira, ladrões abriram o forro e furtaram os fios. Na quinta-feira, os criminosos entraram na sala de esportes e furtaram todos os fios do espaço onde as crianças fazem educação física. O próprio colégio consertou os estragos.
Só que na madrugada de sábado, os ladrões furtaram toda a fiação da caixa de luz e do disjuntor e agora o colégio está às escuras. A suspeita é que os bandidos pularam a cerca p, já que não havia sinais de arrombamento na escola.
O gerente regional em Educação, Ken Ichi Becherrer, entrou em contato com a agência de Desenvolvimento Regional (ADR) para consertar o estrago. O prejuízo deve chegar aos R$ 8 mil.
O caso foi registrado na polícia Civil e as imagens foram repassadas para a investigação. Segundo Ken, as imagens foram feitas pelas câmeras da Orsegups que fazem a segurança do colégio. A escola dispõe de alarme na parte interna, mas como o furto foi na parte externa, ele não disparou.

Aulas normais
Como o colégio só tem aula de manhã e à tarde, as aulas vão acontecer normalmente na quarta-feira. “As salas de aulas são de frente para o sol, por isso não ficam escuras. A nossa preocupação é com o calor”, explicou o diretor.
Para a merenda, a escola vai usar opções de frutas e bolachas – para não deixar os alunos sem o lanche.
O secretário regional, Gaspar Laus, vai autorizar a compra direta para a reposição da fiação elétrica, com dispensa de licitação. A obra deve ser feita de forma emergencial e a ideia é que até sexta-feira a luz volte. Enquanto isso, um rabicho foi puxado para permitir que o administrativo da escola consiga trabalhar.

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com