Home Notícias Quentinhas Ginásio do bairro Santa Regina tá abandonado

Ginásio do bairro Santa Regina tá abandonado

Chefe da fundação de Esportes prometeu melhorias; em Penha teve até interdição

O presidente da fundação Municipal de Esportes de Camboriú, Ednei Adriano, esteve na sexta-feira passada dando uma olhada no complexo Esportivo do bairro Santa Regina. Ele confirmou que a situação do prédio está precária, conforme as várias reclamações de usuários.
Ednei pede um pouco de paciência da comunidade porque está há menos de um mês na fundação e ainda está se inteirando do que tem pra fazer.
Segundo ele, dentro de duas semanas deve ser encerrado o levantamento que vai listar as necessidades de reparos. Depois desta fase, será elaborado um projeto para iniciar a licitação da obra. “A gente espera colocar o espaço em uso o quanto antes”, informa Ednei, sem arriscar prazos por enquanto.
A última cobrança por melhorias veio da vereadora Jane Stefenn (Rede). No final de março, ela usou a tribuna da Câmara de Camboriú para relatar o que viu em visita ao Santa Regina. Entre os problemas foram apontados banheiro sem vaso sanitário, sujeira pra todo lado, infiltrações, fios arrancados, ferrugem nos equipamentos da academia ao ar livre e paredes com pichações, mostrando que o lugar tem sido alvo de vândalos.
Além da preocupação com a estrutura física, Jane alerta que a caixa de água do local está sem tampa, facilitando a infestação do mosquito transmissor da dengue.

Ginásio de escola foi destruído por viciadinhos
Em Penha, a prefa resolveu interditar o ginásio de esportes da escola Básica Horacina Soares Francisco, no bairro Cohab.
A culpa seria dos atos de vandalismo e de usuários que fazem do local um mocó pro consumo de drogas. Um professor de educação física chegou até a desistir de dar aula porque tinha uns malacos dentro do ginásio.
O fechamento foi decido na sexta-feira passada e será temporário, até o governo providenciar as melhorias necessárias.
Portas quebradas, falta de torneiras, sujeira, fiação cortada e lâmpadas danificadas estão entre os problemas.
Nesta semana, uma equipe de engenheiros vistoria o local para fazer um levantamento dos danos e definir o orçamento para a manutenção. Enquanto isso, a quadra ficará isolada.
A prefa também solicitou ajuda da polícia Militar para reforçar a segurança com a realização de mais rondas. O ginásio foi inaugurado em 2014 e atende cerca de 140 alunos do bairro. Com a interdição, os estudantes farão as atividades no pátio da escola, sem prejuízo às aulas, segundo a assessoria da prefeitura. 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com