Home Notícias Quentinhas Fim do estádio

Fim do estádio

A maquete da irresponsabilidade – Já abordado aqui no período de especulações, o tal complexo de lazer e esportes ganhou maquete. O projeto é divulgado em reuniões pelo candidato a prefeito, ops, secretário de Planejamento da cidade. Depois de oito anos sem dar a mínima para o estádio de futebol das Nações, nos últimos tempos abandonado, agora eles querem fazer o que nunca fizeram.

O estádio, do jeito que está, será desconstruído. Na maquete seu posicionamento é outro. Isto quer dizer que deixa de ser futebol de campo, pelo simples fato de que não cabe dentro das dimensões compreendidas entre uma rua e outra. Por mais que eles jurem que as medidas são oficiais, não caia nessa. O campo mais a arquibancada projetada na maquete não cabem.

Moderníssimo
Maquete aceita tudo. Veja na foto que maravilha. Até uma rua lateral ao tal complexo foi descartada. Então, teremos bancos inspirados na tipologia eslovena (uia!!); cancha de tejo (!); o “popular” espirobol; jogo de pião (sic); streetball (!), enfim, colocaram o que veio na cabeça de seus idealizadores. Algo para impressionar os moradores, ops, eleitores.

Já pagando
Quanto vai custar isso, não se sabe. Sei que já andam desapropriando as áreas em volta do estádio municipal. E outra: vão começar, mas não sabem se irão terminar. Na reunião do bairro das Nações, onde a irresponsabilidade eleitoral foi apresentada esta semana, até surgiu um comentário: “Só falta uma passarela para completar o cenário”.

Saída da cidade I
Secretário de Planejamento, preocupado com o acesso de saída da cidade para a BR-101, concedeu entrevista na rádio. Afirmou que queria abrir uma saída antes do principal túnel de acesso, mas disse estar preocupado com o surgimento de um X entre os que entram e saem da cidade. Disse ainda que estudou muito o local. Que ficou próximo da rótula, sentadinho por horas, com planilha na mão para acompanhar o comportamento do trânsito.

Saída da cidade II
Pensou, pensou e… plim! Decidiu arrancar o canteiro próximo do túnel e enfiar ali uma sinaleira. Se a tentativa de solução não chegar a resultado algum, simples, arranca a sinaleira fora. Afinal, ela é baratinha. Foi assim que ele falou em entrevista na rádio. E assim caminha o planejamento de nossa cidade.

Whats I
Conforme publicado semana passada, Júlio Cesar Pio é mesmo candidato a prefeito. Oficializou ao conceder entrevista a um semanário local, onde diz ser fã de Rubens Spernau, gostar de Fabrício Oliveira mas desejar mudanças. Detalhe: ele é filiado ao PMDB. A entrevista teria rendido uma mensagem nada elogiável do prefeito ERD endereçada ao próprio Pio.

Whats II
Esse tal de Whats vai dar o que falar ainda na campanha eleitoral que se aproxima. Esta semana vazou um áudio bem constrangedor atribuído ao vereador Elizeu Pereira (PMDB). Este tipo de áudio se espalha rapidinho pelos e pode pegar mal para o candidato campeão de votos. Anote aí: o aplicativo será suporte de muita coisa nesta temporada, entre verdades e fakes.

Térreo da prefa
Recebi telefonema do secretário da Fazenda, Beto Castilho, que reconheceu que no poder público não se podem prometer prazos. É que ele havia afirmado que até abril a reforma do andar térreo da prefeitura estaria resolvida. A reforma já se arrasta há dois anos. Agora, ele projeta mais uns 60 dias, no máximo. Ele quer centralizar todos os setores da Fazenda em um lugar só, inclusive o de fiscalização, hoje concentrado em um imóvel na avenida do Estado, com aluguel de quase oito mil reais por mês.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com