Home Notícias Quentinhas Estado volta atrás e manda mais PMs pra Balneário

Estado volta atrás e manda mais PMs pra Balneário

Vem até helicóptero. Entidades não se empolgam e mantém comitiva pra Floripa

Seis dias após anunciar que Balneário Camboriú receberia apenas 36 dos 166 policiais militares solicitados para reforço na temporada de verão 2015/2016, o comando geral da PM voltou atrás e quase dobrou o efetivo que virá pra BC. Até um helicóptero auxiliará os trabalhos.
Um estudo feito pela polícia Militar de Balneário, no fórum de Segurança que aconteceu em novembro, demonstrou que para a cidade ter a segurança redondinha seriam necessários 166 policiais militares durante a temporada. Na sexta-feira passada, o comando anunciou que a cidade só receberia 36 fardados.
A informação deixou as entidades de classe de Balneário cabreiras e elas prometiam manifestações e carreata até o governo do Estado. Diante da repercussão negativa, ontem foi anunciado que BC receberá 67 PMs, Itapema deverá receber 16 policiais e Bombinhas e Porto Belo 15 homens.
O comandante da 12º Batalhão da Polícia Militar, José Evaldo Hofmann Júnior, explicou que com esse número de policiais consegue montar cinco barreiras fixas por 12 horas, nos principais acessos de Balneário e mais duas barreiras móveis. “Fizemos isso na temporada de 2005, 2006 e 2007. O resultado foi muito bom, porque conseguimos diminuir a criminalidade”, disse o comandante.

Comitiva tá mantida
Mesmo com a boa notícia, o Conselho Municipal de Segurança (Conseg) não recuou e confirmou que na próxima sexta-feira, uma comitiva com representantes do Sindisol, Associação dos Corretores, Sinduscon, CDL, Sincomércio, União Associação dos Moradores, Conselho Municipal do Turismo e representantes do Legislativo se reunirá às 10h, com o comandante da PM.
As entidades batem o pé e querem o número total que foi definido no planejamento. “Queremos que venham 166 policiais militares. Além disso, vamos pressionar para que o efetivo seja reforçado fora da temporada em pelo menos 120 homens”, disse o presidente do Conseg, o advogado Valdir Andrade.
Sobre o anúncio do governo de mandar mais policiais para Balneário, o advogado é cético. “Eu só acredito vendo,” disse. Andrade disse que está mantida a ação civil pública pela requalificação dos espaços públicos de segurança e em busca de incrementos nas polícias Civil e Militar. “Hoje em Balneário Camboriú há um batalhão cujo modelo é para funcionar com 250 policiais militares, mas só tem 133. Queremos provocar alguma posição em relação a isto também”, completou o representante do Conseg.

REFORÇO DO VERÃO
• 43 PMs para o policiamento ostensivo
• 5 PMs para a central de emergência 190
• 5 PMs do Bope
• 2 PMs do canil;
• 7 PMs da cavalaria;
• 5 policiais para tripulação do helicóptero

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com