Home Notícias Quentinhas Esportes, agora, tão liberados a partir das 5 da tarde

Esportes, agora, tão liberados a partir das 5 da tarde

Novidade foi aprovada, por unanimidade na câmara, na noite de quarta-feira

Os vereadores de Balneário Camboriú aprovaram ontem à noite, em primeira votação e por unanimidade, a ampliação do horário reservado para práticas de esportes nas areias da praia Central. A recreação só era permitida depois das sete da noite. O projeto, de autoria dos vereadores Leonardo Piruka (PP) e Marcos Augusto Kurtz (PMDB), propôs a liberação das práticas esportivas a partir das 17h. “Esporte é vida, é saúde. As pessoas terão um horário maior para aproveitarem um bem que é comum a todos”, disse o vereador Marcos.
O projeto chegou a estar na pauta da sessão de terça-feira, mas acabou retirado. Segundo o vereador Piruka, há a possibilidade de receber algumas emendas. “A gente está sofrendo muita pressão dos donos de quiosques de milho e churros da praia Central. Eles querem que o horário das 19h seja mantido”, revelou.
Ontem, representantes de diversas modalidades esportivas lotaram o plenário da câmara para acompanhar os debates. Foi a associação de beach tennis quem procurou os vereadores atrás de ajuda. “Esse projeto é muito imporante porque mostra que a praia é de todos e tem que ser usufruída por todos. Mas estou atento a possíveis emendas que venham modificar o conceito original do projeto”, avisou Piruka.
A novidade foi muito comemorada pega galera que foi ao plenário. Assim que o presidente da câmara, Nilson Probst (PMDB), leu o resultado, o vereador do DEM, Orlando Angioletti, sugeriu que a segunda votação fosse na sessão extraordinária de sexta-feira, marcada para as 10h.

Mais vereadores?!
A aguardada segunda votação do aumento no número de vereadores seria votada ontem à noite. O ambiente da casa dava como certa a aprovação, mas até o fechamento desta edição, a sessão tava rolando ainda. Se passar, o projeto segue para a sanção ou veto do prefeito Edson Periquito (PMDB).
O projeto de lei era o segundo na pauta da sessão de ontem, mas acabou ficando por útlimo por causa de uma longa discussão sobre duas emendas do vereador Piruka, sem qualquer relação como aumento de vereadores.
O aumento de 13 para 19, a partir de 2017, faz parte do projeto de lei que modifica alguns dispositivos da lei orgânica. Em primeira votação, o projeto passou pelo sim de todos os presentes.

Mesa diretora
Além da sessão extraordinária de sexta, os vereadores farão outra sábado de manhã para definar a composição da mesa diretora que vai comandar a câmara no próximo ano.

Compartilhe: