Home Notícias Quentinhas Cultura sem grana 1

Cultura sem grana 1

Pois bem. O presidente da FCBC, George Varella, está numa situação nada agradável por conta da herança maldita do governo que passou. O valor direcionado para a LIC não foi empenhado no ano passado. Total: 920 mil reais. Por conta disso o orçamento de 2017 para projetos culturais na ordem de R$1.140.000,00 fica reduzido a míseros 220 mil. Será um ano de pires na mão.

Cultura sem grana 2
Para piorar a situação, o valor que será direcionado para a LIC em 2017 só poderá ser empenhado no próximo ano. Que herança desagradável. Os beluzetes que engulam seus votos.

BC Criativo
Ninguém sabe ao certo como materializar o tal BC Criativo que eu, particularmente, nunca consegui entender. Talvez a consultoria de pouco mais de 100 mil reais contratada pelo ex-presidente possa esclarecer. E a conta não foi paga integralmente.

Mais herança
Os banheiros químicos da semana farroupilha ficaram em contas a pagar. Isso que a prefa injetou 100 mil na festança gauchesca. Pra embaralhar ainda mais a cachola da galera, há uma conta de luz de 12 mil reais.

Bueiros inteligentes
Os neo vereadores estão preocupados em indicar e criar projetos de lei que venham a contribuir com a cidade. Sem os viciados nomes e limpeza de ruas e moção de congratulações. Juliethe Nitz protocolou o sistema de bueiros inteligentes que nada mais é do que um filtro com forma de uma cesta de supermercado instalado no interior dos bueiros. O sistema permite o escoamento da água e o armazenamento dos resíduos sólidos que caem ou são jogados fora. Essa iniciativa impedirá que os bueiros sejam obstruídos e agravem os alagamentos. Está aí uma nova ideia.

Enquanto isso…
… a proposta de redução do número de vereadores de autoria de Moacir Schmidt continua mofando. Só Arlindo Cruz aderiu. Os outros 17 vereadores tomam Activia com Johnny Walker. A alegação para a não adesão é de que é muito cedo. Como diria o cachorro: “Çei”.

Modelo Pirica
E o carnaval 2017 seguirá o modelo Pirica de ser. Até os bastidores são os mesmos, mesmo que disfarçadamente. Quer dizer, vai rolar mais do mesmo atraindo público de Camboriú, Itapema, Itajaí e arredores. Caseiríssimo. A única novidade é que não vai rolar sertanojo.

Tsc tsc tsc
O pessoal da secretaria sabia que tinha o desafio do Carnaval assim que assumiu. Mas preferiu usar um projeto apresentado à equipe de transição pra lá de esquisito. Bem, se nem o receptivo para o primeiro cruzeiro a desembarcar por aqui em abril eles tinham lembrado em projetar, imagina o carnaval…

Novo modelo
Poderiam muito bem incentivar o carnaval de rua, motivando a criação de novos blocos, envolvendo os hotéis para que formem blocos com seus hóspedes, enfim, poderia ser um começo para um novo modelo de carnaval para BC, mas as melancias se acomodam na entrada.

Baixa
Emerson Dias, do Fumtran, é a primeira baixa do governo FO/CH. Ele era funcionário efetivo da prefa e sua saída não foi bem resolvida. Ele decidiu então pedir demissão. Deve ficar nos bastidores ajudando o novo governo, logo ele que estava indicado para assumir uma secretaria na reforma administrativa. Perde a cidade.

Sem muros
De olho na polêmica que envolve Donald Trump e o muro na fronteira do México e dos Estados Unidos, o Guacamole oferece para todos os americanos que estiverem por aqui e visitarem a casa uma Budweiser bem gelada. A cerveja, que vem direto da terra do Tio Sam, é um gesto para que eles se sintam à vontade neste pedacinho do México no Brasil. Vou lá, afinal somos todos americanos.Hehehe.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com