Home Notícias Quentinhas Comerciante xinga guardinha de macaca

Comerciante xinga guardinha de macaca

Baixaria rolou atrás do Mercado do Peixe; dono de banca vai responder por injúria racial

Uma atitude racista envolvendo o dono de uma banca de peixe e uma funcionária da Estapar acabou em caso de polícia no centro de Itajaí. A monitora foi xingada de “macaca” e “preta” nos fundos do Mercado Público Municipal. O comerciante foi levado pela polícia Militar à delegacia. Ele responderá por injúria racial.
Por volta das 11h de ontem, o comerciante teria ficado bravo com a notificação que recebeu da guardinha, pois não tinha colocado o cartão de estacionamento no carro. Ele partiu para xingamentos racistas. A funcionária chamou os agentes da Codetran, que acionaram a polícia Militar.
Com a intervenção da PM, o comerciante foi levado pra se explicar na central de Plantão Policial. Antes disso, se trancou dentro do box e só saiu quando o advogado apareceu, já perto do meio-dia.
Conforme o relato de outro boxista do mercado, ele se fez de santinho, dizendo que não tinha nada a ver. O caso foi registrado na polícia Civil como injúria racial, mas o cara foi liberado.
O delegado Gustavo Delta explicou que a funcionária não fez uma representação contra o comerciante, daí não foi possível fazer o flagrante. Se dentro de seis meses a vítima decidir fazer a queixa, um inquérito será aberto e o cara pode ser preso ou responder pelo crime em liberdade. “Agora vai ficar a critério da vítima”, explica.
Através de nota oficial, a assessoria da Estapar garantiu que prestou apoio à funcionária. Um gerente da empresa a acompanhou até a delegacia para fazer o boletim de ocorrência. Segundo a Estapar, a monitora só tava cumprindo com o seu trabalho. Ontem, o DIARINHO não conseguiu falar com os representantes do comerciante.
Esse foi o segundo caso de injória racial, só esta semana, em Itajaí. Na terça-feira uma funcionária de uma empresa do Imaruí xingou o colega de trabalho de “nego de merda, nego do demônio e nego do diabo” e foi presa.

Compartilhe: