Home Notícias Quentinhas Coletivo bota toda a frota na rua na segunda-feira

Coletivo bota toda a frota na rua na segunda-feira

Empresa garante que vai botar 61 busões no trampo e normalizar horários

Uma boa notícia pra quem anda de busão em terras peixeiras. A partir da próxima segunda-feira a empresa Coletivo Itajaí suspende a sacanagem de operar as linhas semanais com os horários de sábado e volta a cumprir o contrato da concessão: manter pelo menos 61 latões pra cima e pra baixo. O anúncio foi feito pela própria Coletivo.
Ontem, a empresa enviou ao DIARINHO cópia da resposta à notificação que recebeu segunda-feira da prefeitura. A notificação mandava a Coletivo reestabelecer as linhas normais de ônibus em 24 horas, sob risco de deixar de prestar o serviço e da contratação emergencial de outra empresa de transporte.
Na resposta, entregue na prefeitura na terç-feira, além de garantir que volta a operar normalmente na segunda-feira que vem, a empresa reforça que não tem interesse em participar da nova licitação para o transporte público em Itajaí.
Em nota, a prefeitura confirma que recebeu a informação da Coletivo sobre o reestabelecimento das linhas e horários normais durante os dias de semana.

Chinelagem
Desde o Natal passado que a Coletivo começou a sacanear os usuários. Sem anunciar antecipadamente, simplesmente cortou linhas e horários. O povão ficou sabendo da redução do serviço quando percebeu que os terminais tavam vazios ou com ônibus parados e que os busões demoravam a aparecer.
Cartazes mixurucas e em folha A4 foram colados nos terminais informando que, na semana entre Natal e Ano Novo os horários e linhas durante a semana seriam os mesmos praticados no sábado. Ou sejam, reduzidos ao máximo. Já no sábado, seriam horários e linhas de domingo.
Depois da Virada do Ano a redução continuou. A empresa alegou que está trabalhando no prejuízo porque a prefeitura não deixa reajustar as tarifas e, por isso, precisava reduzir custos.

Vereador pede CPE
Em 2014 a Justiça cancelou a licitação pro transporte público urbano em Itajaí sob acusação de problemas no edital. Também determinou que a prefeitura fizesse nova licitação, que até hoje não foi feita.
Ontem, a prefeitura informou que primeiro vai contratar uma empresa pra fazer um estudo de mobilidade urbana e, só depois disso, é que vai lançar o edital pra contratar nova empresa de transporte coletivo.
O vereador Marcelo Werner (PCdoB) apresentou esta semana à câmara o pedido para a formação de uma comissão Parlamentar Especial (CPE) pra ficar de olho no que a prefeitura pretende com a mobilidade urbana e com a contratação de uma nova empresa de ônibus. “É preciso fiscalizar e acompanhar a elaboração do estudo e a redação do novo edital, só assim poderemos afirmar que Itajaí terá um transporte público de qualidade”, argumenta o parlamentar. Ele acredita que o pedido seja votado ainda em fevereiro.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com