Home Notícias Quentinhas Cobrança da taxa de Bombinhas recomeça

Cobrança da taxa de Bombinhas recomeça

A facadinha básica paga por todo visitante que quiser ver de perto as belezuras naturais de Bombinhas rola a partir da zero hora deste domingão, dia 15 de novembro, quando a prefeitura volta a cobrar a polêmica “taxa de preservação ambiental – TPA”, espécie de ingresso para a galera que quiser se esbaldar em recantos como Zimbros, Sepultura, Mariscal ou Bombas.
O segundo ano da cobrança instituída pela prefeita Ana Paula da Silva (PDT) chega em meio a críticas de vereadores da oposição e comunidade que reclamaram durante 2015 por falta de transparência com o destino da grana arrecadada.
Em partes, a dúvida da galera será respondida dia 17, terça-feira, quando a prefeita anunciou uma reunião com a comunidade às 19h, no auditório da prefeitura local, segundo repassou ao DIARINHO a assessora de imprensa Ana Azevedo.
Nessa reunião, Paulinha promete detalhar os valores da taxa e falar tudinho sobre as mudanças que irão rolar. Nessa alta temporada, os valores foram arredondados para baixo – carros pagam R$ 21,50 (contra R$ 21,83 do ano passado), e a taxa das motos baixou de R$ 2,73 para R$ 2,50. A fundação do Meio Ambiente local (Famab) pretende mostrar os projetos ambientais que serão custeados com a TPA.
A cobrança rola a partir das zero hora de domingo e vai até 15 de abril do ano que vem.
Na temporada de verão 2015/2016, mudanças foram boladas e vão rolar para aperfeiçoar o sistema, de acordo com dicas dos moradores. Entre elas, poderão ser cadastrados tantos quantos sejam os veículos licenciados em nome do proprietário de imóvel de veraneio no município, ou, apenas um veículo em nome de terceiro.
Carros licenciados no município de Bombinhas e Porto Belo são isentos da taxa, assim como veículos abastecendo o comércio local e prestadores de serviços, além de carros dos trabalhadores de Bombinhas e de proprietários de imóveis residentes na terrinha.
O DIARINHO tentou com a assessoria de imprensa da cidade, por vários dias, levantar valores referentes à grana da TPA 2014/2015, mas não conseguiu.
Segundo a própria prefeitura, o saldo total recebido da taxa até agosto deste ano, relativo ao ano passado, era de R$ 3 milhões e 793 mil.

Aprovação
Apesar da polêmica, a prefeitura alega que a aprovação à TPA foi de 87,36% no primeiro ano, por parte dos turistas entrevistados numa pesquisa feita na cidade.
Para pagar a facadinha ambiental, o visitante vai até um ponto comercial cadastrado, a um ponto oficial de recolhimento da TPA ou ainda paga antecipadamente, através do site da prefeitura. A taxa vale por 24 horas e a cobrança é por entrada em Bombinhas.

PONTOS OFICIAIS DE PAGAMENTO:
Central da TPA
• Posto de atendimento em Zimbros
• Avenida Vereador João da Luz, 17, Zimbros (segundo acesso)
• Secretaria do Turismo: avenida Leopoldo Zarling, 136, Bombas
• Shopping Tropical, avenida Manoel José dos Santos, esquina com rua Merluza, centro
• Posto de Atendimento ao Turista no topo do morro 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com