Home Notícias Quentinhas Cinco grupos ganham um gancho da prefa

Cinco grupos ganham um gancho da prefa

Coordenação do Encontro dos Amigos suspende turminha que avacalhou geral

Grupos participantes do Encontro dos Amigos de Balneário Camboriú que fizeram caca e lambança este ano não poderão fazer festinha ano que vem. A decisão de dar um breque na galera maleducada foi divulgada terça-feira pela secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico de Balneário, que tirou da listinha cinco grupos que participaram em 2015.
O DIARINHO apurou que a brecada rolou porque nos últimos anos, o encontro de confrarias tava virado num alho, com gente lucrando com venda de camisetas, galera estranha participando, bebedeiras, barracas fechadas pra festinhas, digamos, mais ou menos particulares, desrespeito a horários, cabreirices com polícia Militar e até mesmo porradarias e cobranças de grana por fora.
As equipes foram informadas da brecada semana passada, mas não tiveram seus nomes divulgados pela galera do turismo. O pessoal da organização anunciou a decisão numa cartinha, que foi protocolada e entregue aos responsáveis pelos grupos.
Oficialmente, a secretaria não detalha o que realmente rolou. Apenas alega que a decisão foi tomada porque uma renca de gente ligada aos grupos suspensos não cumpriu as regras durante o encontro, promovido em 25 de julho passado.
O secretário de Turismo, Ademar Schneider, lembra que deveria haver conscientização de todos os grupos, quanto ao regulamento. Ele adianta que a penalidade veio com “caráter educativo”, já que, desta forma, é valorizada a galera que acata as normas do evento. O encontro já chegou a reunir 124 barracas na avenida Atlântica.

Sem nomes dos esporrentos
Uma das assessoras do secretário destacou ontem ao DIARINHO que Ademar não iria apontar nomes de grupos brecados “por discrição” e também porque tá num evento no Paraguai. Sobre o encontro dos amigos, o povo do turismo frisou que a intenção é reunir as confrarias numa atração saudável e que não visa lucros. Os grupos que se reúnem custeiam as próprias camisetas.
E mais: uma fonte do DIARINHO revelou que “chegaram a fechar uma barraca pra cobrar entrada ou comercializar camisetas”.
“O povo era orientado que até poderia rachar valor da camiseta para compra de carne e bebida, mas chegava a anunciar a venda de camisas e entradas na internet, e liberavam entrada pra gente que nem se conhecia”, assegura a fonte.
A punição, ainda de acordo com o pessoal do turismo, tem direito a contestação, que será avaliada pelos servidores da secretaria. Os grupos punidos ficam fora até o próximo encontro, que rola na segunda quinzena de julho do ano que vem, e que será a 18ª edição do evento.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com